Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

GRANDE CAMPEÃO

Jogadores do Paysandu recebem na Curuzu o Troféu Camisa 13

sexta-feira, 11/09/2020, 08:35 - Atualizado em 11/09/2020, 19:38 - Autor: Tylon Maués/ Diário do Pará


Paysandu recebe na Curuzu os seus dez Troféus Camisa 13.
Paysandu recebe na Curuzu os seus dez Troféus Camisa 13. | Wagner Almeida/ Diário do Pará

Quatro dias depois de conquistar seu 48º título estadual, o Paysandu recebeu ontem, na Cuzuru, as premiações alusivas ao 28º Troféu Camisa 13, realizado pela RBATV, que premia atletas, clubes e instituições que se destacam no cenário esportivo do Pará, nas modalidades do esporte amador ou olímpico e no Campeonato Paraense. Ao todo, foram dez troféus ao clube bicolor.

'Não podemos mais errar', avisa bicolor após derrota em casa pela Série C

A seleção do campeonato teve Tony, Perema, Bruno Collaço, Uchôa, Vinícius Leite e Nicolas, que também foi premiado como craque do Parazão e pela artilharia. Hélio dos Anjos levou o de melhor treinador, Uilliam Barros a placa de gol mais bonito e o presidente Ricardo Gluck Paul levantou o troféu de campeão estadual.

Para os jogadores, foi o reconhecimento de um trabalho bem feito. “Pela dificuldade que foi, o campeonato teve um sabor muito especial. Para mim, ter feito um gol na decisão foi ainda mais legal”, disse o volante Uchôa, autor do gol da vitória na decisão sobre o Remo. “Trabalhamos muito e todos contribuíram para que houvesse esse destaque. Fico muito feliz com a premiação, mas obviamente mais ainda com o título estadual”, completou o atacante Nicolas, que fez dez gols no Parazão.

O treinador bicolor foi de opinião semelhante. Para Hélio dos Anjos, foi a culminância de um planejamento bem feito e do trabalho de todos na Curuzu. “Trabalhamos em busca de conquistas e é importante esse reconhecimento. Para nós o valor desse prêmio é muito grande”.

A pandemia mudou o formato da premiação, mas, ao final, a essência é mantida: quem escolhe os melhores é o torcedor
A pandemia mudou o formato da premiação, mas, ao final, a essência é mantida: quem escolhe os melhores é o torcedor Wagner Almeida/ Diário do Pará
 

O Troféu Camisa 13 e a RBATV foram representados pelos jornalistas Zaire Filho, Mariana Malato e Ronaldo Porto. Coordenador do TC13, Zaire Filho lembrou que a iniciativa chegou aos 28 anos passando pelas dificuldades da pandemia que mudou tanto a forma de votação quanto a premiação, que pela primeira vez não teve festa presencial. “O maior valor da iniciativa é a interação com o torcedor. Ele é o responsável por tudo, por escolher os premiados e toda essa celebração”.

Um dos criadores do TC13, Ronaldo Porto lembrou que a iniciativa começou pequena até chegar ao atual patamar. “No começo apenas o técnico e onze jogadores foram premiados. Hoje, é o momento de celebração do esporte paraense”.

Paysandu recebe na Curuzu os seus dez Troféus Camisa 13.
Paysandu recebe na Curuzu os seus dez Troféus Camisa 13. | Wagner Almeida/ Diário do Pará
A pandemia mudou o formato da premiação, mas, ao final, a essência é mantida: quem escolhe os melhores é o torcedor
Paysandu recebe na Curuzu os seus dez Troféus Camisa 13. | Wagner Almeida/ Diário do Pará

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS