Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

ENTREVISTA

Remo dá satisfação ao torcedor azulino após derrotas seguidas para o rival

quarta-feira, 09/09/2020, 08:32 - Atualizado em 09/09/2020, 08:39 - Autor: Matheus MIranda


O presidente azulino Fábio Bentes rompe o silêncio e comenta o futuro do time após a perda do título estadual
O presidente azulino Fábio Bentes rompe o silêncio e comenta o futuro do time após a perda do título estadual | Reprodução/Remo TV

Com a cabeça mais leve e pronta para falar sobre o futuro da equipe após o fracasso no Parazão 2020, ontem à tarde, o presidente do Clube do Remo, Fábio Bentes, ao lado do seu vice, Cláudio Jorge, e dos diretores de futebol, Dirson Neto e Paulo Mota Filho, deu satisfação ao Fenômeno Azul após optarem pelo silêncio no domingo (6), ocasião em que o Leão havia sofrido a sua segunda derrota em três jogos contra o arquirrival, e que custou o sonho do tricampeonato.

Conforme o esperado, Bentes antecipou dispensas, a priori com cinco jogadores, número que deve aumentar depois da breve excursão do time pelo Nordeste nos jogos pela quinta e sexta rodada da Série C, contra Treze e Santa Cruz, respectivamente, a depender do desempenho de alguns profissionais.

Em contrapartida, o cartola antecipou a chegada de reforços. Quatro jogadores chegarão para equilibrar o meio-campo e o ataque, até o momento os setores mais carentes de qualidade técnica. Na criação, aliás, não há ninguém para substituir Eduardo Ramos, lesionado, já que Douglas Packer deve ser incluído na barca de desligados, ao lado de Xaves e Giovane Gomez.

Quanto à manutenção do técnico Mazola Júnior, mesmo com a cobrança da torcida pela ‘cabeça’ do comandante, apontado como o responsável pelo deslize nos dois jogos que valeram a taça do Paraense, Fábio Bentes foi enfático na confiança no técnico. “Primeiro começar dizendo que não houve qualquer discussão com o Mazola em vestiário como chegou a se especular. Ele vai continuar, a gente acredita no trabalho dele. É um treinador de nível de Série B, é um cara que há muitos anos não treinava um time da Série C. Veio porque era o Remo, porque acreditava no trabalho”, explicou.

Na tentativa de recuperar a autoestima do torcedor, que se encontra ressabiado com as futuras exibições do time com base no que foi apresentado recentemente, Bentes se alongou em diversos tópicos. Confira a seguir o posicionamento do cartola remista.

Dispensas

“Já definimos aqueles jogadores que não pretendemos mais contar, mas como política interna do clube, só anunciamos os nomes quando houver acerto. A gente tem, a princípio, cinco dispensas, estamos buscando acordo e nossa política é confirmar após acertar com o atleta”.

Contratações

“Paralelo a isso, estamos indo atrás de alguns nomes. De cara, temos de três a quatro nomes. Duas situações que já estão sendo tratadas e encaminhadas e, que durante esta semana, devemos confirmar as contratações. Contratações do meio para frente que, no nosso entendimento, é a nossa maior carência”.

Série C

“Vale lembrar que estamos invictos na Série C. O clube pode chegar à liderança se ganhar a partida (de quinta). Entendo que o contexto - com quatro jogos em casa (depois do Treze e do Santa Cruz) - é favorável. A gente confia no trabalho. Sabemos que o Mazola é capaz”.

Resultado x Exibição

“Hoje, no futebol atual, e levando em consideração a divisão que a gente disputa, o resultado obviamente é o principal objetivo a ser perseguido. Não adianta jogar bonito e não conseguir o resultado. A gente está vendo alguns julgamentos com ele (técnico) e na minha opinião não são justas. Tenho certeza que com esse ajuste que será feito agora vai melhorar muito não só na mudança de peças como na mudança de postura”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS