Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

BOLA NA REDE

Deivid Souza quer manter a meta de mais gol e pique no Parazão

quarta-feira, 29/07/2020, 08:04 - Atualizado em 29/07/2020, 08:04 - Autor: Nildo Lima


Deivid Souza ainda espera para saber se será titular no sábado
Deivid Souza ainda espera para saber se será titular no sábado | Jorge Luiz/Paysandu

A vitória do Paysandu diante do Castanhal, no dia 15 de março, marcou não só o último triunfo dos bicolores no Parazão, que acabou sendo suspenso naquela rodada, mas, para o atacante do Papão, Deivid Souza, também foi o seu melhor momento até aqui no clube listrado. Foi dele o gol que deu a vitória por 1 a 0 sobre o Japiim, resultado que garantiu, de forma antecipada, a classificação alviazul à semifinal do Estadual. Foi o décimo jogo do atleta pelo clube, que retoma sua caminhada no campeonato sábado, contra o Paragominas, às 19h, no Mangueirão.

Embora o gol marcado frente ao Castanhal o tenha deixado mais confiante e, principalmente, otimista com a possibilidade de vir a ser titular do time, Deivid, de maneira humilde, prefere colocar a bola que mandou pra rede em segundo plano, valorizando mais o resultado para o clube. “É gratificante ter ajudado o Paysandu, no último jogo, com os três pontos. Fico feliz de ter feito o gol, mas o mais importante era a vitória, independente de quem fizesse”, declarou ele, ontem, na Curuzu.

O atacante assegura que está otimista em ser lembrado por Hélio dos Anjos, mas, sem forçar a barra, ele deixa nas mãos do treinador a definição da equipe. “Encontro-me melhor, mais motivado. Quero sempre jogar e ajudar o Paysandu. Mas independente se eu vou jogar ou ficar de fora, quem jogar vai dar conta do recado. Trabalhamos diariamente, buscamos o nosso espaço, e a decisão que o professor tomar, vai ser a melhor para o grupo”.

Assim como já declarou Vinícius Leite, a chegada de dois novos atacantes para o clube - Erik Bessa e Mateus Anderson - não deve servir como motivo de desestímulo aos jogadores da posição que estão no elenco desde o começo da temporada. O atacante vê por outro ângulo a chegada dos companheiros. “São duas contratações que elevam a qualidade do grupo. São jogadores de muito potencial, que chegam para nos ajudar. A briga é muito boa, sadia e respeitosa. Quem jogar na função de extremo, vai corresponder à altura”, diz.

E MAIS...

- Tudo pode não ter passado de uma brincadeira - para a torcida bicolor, de muito mau gosto -, a postagem feita pelo ex-zagueiro do Paysandu, Victor Oliveira, no Instagram, afirmando que o principal ídolo da torcida do Papão, Nicolas, já estava sendo aguardado pelo elenco do Figueirense-SC. O presidente Ricardo Gluck Paul informou, ontem, desconhecer qualquer negociação entre o atleta e o clube catarinense. “Sinceramente não estou sabendo de qualquer conversação entre o Figueirense e o Nicolas”, disse, completando em seguida: “Mas sei que ele tem algumas propostas”.

- Ao mesmo tempo em que a postagem trouxe certa preocupação à Fiel, a torcida do Paysandu ficou sabendo que a gestão bicolor já trabalha para tentar a renovação de contrato do atleta visando 2021. “O contrato do Nicolas com o Paysandu vai até novembro, mas estamos buscando um acordo para manter o atleta na Curuzu para no ano vem no Paysandu, num projeto de grande envergadura”, comentou. “É um jogador que não faz só gol, mas tem atitude, muita vontade, entrega dentro de campo com muita raça e alma. A torcida gosta desse tipo de jogador. Ele tem um comportamento fora de campo excelente como ídolo, se engaja nos movimentos sociais, de minorias, atende às solicitações da torcida”, elogiou o dirigente.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS