Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

SEMANA QUE VEM

Com treinos quase liberados, Papão avalia  MP como libertação

sábado, 20/06/2020, 08:19 - Atualizado em 20/06/2020, 08:31 - Autor: Nildo Lima


Time bicolor deve retomar atividades presenciais assim que houver a liberação
Time bicolor deve retomar atividades presenciais assim que houver a liberação | Jorge Luiz/Paysandu

O Paysandu já estuda, detidamente, a Medida Provisória (MP) número 984, editada, na última quinta-feira, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). De acordo com o presidente Ricardo Gluck Paul, uma equipe composta por quatro advogados e o executivo de marketing do clube, Marcone Barbosa, já se debruça sobre a MP estudando os prós e os contras do documento, que ainda tramita no Congresso Nacional. Em princípio, o dirigente do Papão disse ter gostado da iniciativa, mas que ainda precisa de um respaldo maior para se posicionar com mais exatidão sore o tema, o que lhe será passado pelo grupo que estuda a MP.

“Acho, a primeira vista, que se trata de uma libertação”, afirmou Gluck Paul. “Agora, a gente ainda precisa estudar mais (o documento) porque assim como ele liberta, ele pode aprisionar se for mal usado”, declarou o dirigente. “A gente está estudando, analisando bem, mas pode ser que essa MP venha a ser, de repente, uma tábua de salvação. Essa medida poderá abrir novos horizontes para os clubes participantes da Série C. Mas precisamos entender essa MP de maneira mais profunda”, afirmou.

Gluck Paul revelou que o Papão formou uma equipe, na qual estão os quatro advogados e mais Marcone Barbosa, estudando atentamente a MP. “Está todo mundo debruçado sobre isso, estudando para que se possa chegar a uma conclusão”, salientou o dirigente. “A gente já está trabalhando em cima dessa questão, com toda a certeza”, ratificou o dirigente, no começo da tarde, antes de participar de uma videoconferência com o prefeito Zenaldo Coutinho e uma equipe da Prefeitura de Belém para tratar da liberação da volta do elenco do Paysandu aos treinamentos.

Treino quase liberado

Se tudo correr dentro da previsão feita, ontem, pelo presidente Ricardo Gluck Paul, após reunião com o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, e integrantes do Comitê Intersetorial de Retorno das Atividades Econômicas da capital, o elenco do Paysandu deverá retornar aos treinos na próxima quarta-feira (24), na Curuzu. Após o encontro, ocorrido na Secretaria Municipal de Administração (Semad), o dirigente revelou que não houve no encontro a liberação para os treinos dos times de futebol profissional, mas que foi dado um grande passo nesse sentido, com a liberação devendo ocorrer na semana que vem. Caso isso ocorra, a medida beneficiará outros clubes da cidade como o Remo.

“O que o prefeito pediu e nós entendemos, acho que é o caminho sim, é que os clubes deem pelo menos este final de semana para que a prefeitura possa estudar os nossos protocolos, de Paysandu e Clube do Remo, protocolo interno de treinos, é sempre bom separar isso”, informou Gluck Paul. “Mas a gente pode entender que haverá sim uma autorização por parte da prefeitura. Concordo com essa proposta”, declarou o presidente do Papão.

Os protocolos de cada um dos clubes serão analisados pelos médicos Felipe Sena e Flávio Freire, que poderão até alterar este ou aquele ponto dos documentos, conforme afirmou o dirigente bicolor. “Os médicos poderão fazer alguns apontamentos, algumas sugestões, mas sempre no sentido da convergência”, salientou o presidente. “A expectativa é de que a gente deva voltar a treinar a partir de quarta-feira, de acordo com o nosso planejamento”, previu Gluck Paul.

Com o “pedido de vistas” dos médicos, o Papão, segundo Gluck Paul, fará alterações na programação de atividades prevista para a volta do elenco ao trabalho. “A gente vai fazer uma programação diferente. Vamos aproveitar a segunda e terça-feira pra adiantar outros exames”, anunciou o presidente que, ao término da reunião, disse ter ficado satisfeito com o ocorrido na Semad. “Saio satisfeito da reunião”, afirmou Gluck Paul, voltando a falar sobre a importância da preparação do Papão para a disputa da Série C.

Além do Paysandu, a reunião também contou com dirigentes de Remo e Tuna.

ESTADO

Também nesta sexta-feira, o governador Helder Barbalho confirmou em pronunciamento que já está de posse do protocolo da Federação Paraense de Futebol para retorno dos treinos e jogos e que o governo deve dar um retorno sobre o assunto na próxima semana.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS