Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

EFEITO DA PANDEMIA

Paysandu avalia dar férias antecipadas ao elenco e comissão

quarta-feira, 25/03/2020, 10:09 - Atualizado em 25/03/2020, 10:41 - Autor: Nildo Lima/ Diário do Pará


Nicolas mandou recado para dona Alice Abranches ficar em casa
Nicolas mandou recado para dona Alice Abranches ficar em casa | Reprodução/ facebook

O elenco do Paysandu segue todo ele em Belém, com os jogadores treinando em suas próprias casas, sob a orientação de André Ferreira e outros preparadores do clube. Mas, não está descartada a liberação, a qualquer momento, dos atletas que não possuem moradia fixa na capital paraense. O grupo de profissionais vem treinando em suas casas, seguindo uma cartilha de orientação, elaborada por membros da comissão técnica.

Até ontem, a diretoria do Papão não havia se manifestado sobre a liberação do elenco para o período de férias de forma antecipada. O assunto estaria, segundo uma fonte, sendo estudado pelos dirigentes. A grande questão sobre o encerramento antecipado dos trabalhos do grupo passa pela questão financeira. Vários clubes do Brasil se mostraram dispostos a reduzir os salários dos atletas, com o que não concordou o sindicato da categoria. Vários órgãos sindicais apresentaram proposta de parcelamento do pagamento dos salários, desde que por um tempo curto, ou seja, poucas parcelas. A proposta não teve resposta dos clubes.

APELO CARINHOSO

O atacante Nicolas, principal artilheiro do Paysandu no ano passado (12 gols) e também este ano (7 gols), não só está seguindo as medidas preventivas contra o novo coronavírus (Covid-19) como tem, também, orientado pessoas a agir da mesma maneira, a fim de colaborar para que a campanha contra a doença surta efeito. Recolhido em seu apartamento, conforme recomendação dos médicos, o jogador tem, sempre que pode, recomendado as pessoas que evitem ir às ruas, uma das medidas preventivas contra a doença. Foi o que fez o jogador ao mandar mensagem para a idosa Alice Abranches Russo, de 88 anos, que insistia em deixar sua casa diariamente.

Os familiares da idosa não conseguiam convencê-la a ficar em casa, até surgir a ideia de apelar a alguém que ela realmente aceitasse ouvir. E o apelo foi feito ao grande ídolo de Alice Abranches, o atacante Nicolas. Ela recebeu uma mensagem do jogador, na qual ele pedia que ela evitasse deixar a sua casa em função do risco de contrair o Covid-19 e vir a contaminar seus parentes e vir a morrer. Como já foi amplamente noticiado, as pessoas com 60 ou mais anos de vida fazem parte do chamado grupo de risco, estando mais vulneráveis à doença.

A mensagem do atleta, que é natural da cidade de Alegria, no Rio Grande do Sul, foi enviada e, melhor ainda, bem recebida pela idosa, que disparou: “Eu te amo. Quando estás jogando, eu torço muito por ti”, escreveu a torcedora.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS