Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

CONTRA O PARAGOMINAS

Papão: atacante Elielton pode ter uma chance como titular

quinta-feira, 19/03/2020, 09:46 - Atualizado em 19/03/2020, 09:58 - Autor: Nildo Lima


Atacante ainda está devendo um golzinho com a camisa bicolor
Atacante ainda está devendo um golzinho com a camisa bicolor | Jorge Luiz/PSC

Desde que o técnico Hélio dos Anjos resolveu, no jogo contra o Castanhal, dar rodagem a jogadores que não vinham atuando com frequência pelo Paysandu que os atletas reservas da equipe convivem com a expectativa de serem acionado pelo treinador para a partida de amanhã, contra o Paragominas, na Arena Verde, na cidade de Paragominas. Dos Anjos adiantou, após a partida passada, que fará “de uma a duas mudanças” no Papão para encarar o Jacaré. Uma dessas novidades do time poderá ser o atacante Elielton. O jogador até entrou no segundo tempo contra o Japiim, mas agora espera começar a próxima partida.

“Tenho trabalhado forte e possuo a confiança do professor, que está acompanhando tudo para que possa dar a oportunidade a todos e estou preparado. Sempre que entrar vou tentar dar o melhor”, comentou Elielton, ontem, na Curuzu. Elielton chegou a figurar como titular do Papão por algum tempo, mas aos poucos acabou ficando sem espaço na equipe, principalmente após a chegada de novos atletas, entre eles os atacantes Uilliam Barros e Deicid Souza, que ele substituiu no jogo passado.

De acordo com o jogador, mesmo com toda a preocupação do elenco bicolor com a proliferação do coronavírus, que já tem um caso confirmado no Pará, o elenco do Paysandu segue “antenado” com o Parazão, no qual é líder isolado na classificação. “Independente de que está ocorrendo, estamos trabalhando, focados. O professor vem cobrando, temos um objetivo que é somar o maior número de pontos possíveis, ficar em primeiro lugar e ter vantagem no mata-mata”, argumentou o atacante, reconhecendo, em seguida, que o time deixou a desejar em intensidade nas suas apresentações mais recentes.

“Nos dois últimos jogos tivemos uma postura diferente do que estávamos apresentando. Mas vamos continuar se empenhando, a cobrança entre nós atletas é muito grande para que possamos jogar melhor e nos prepararmos no estadual e chegar na Série C forte”, disse. Elielton não faz gol há quase 30 partidas, um número exagerado para um atleta que sobrevive justamente de mandar a bola pra rede. A última vez em que marcou foi em 2018 quando defendia o maior rival bicolor, o Clube do Remo.

Em 29 partidas com a camisa do Papão, sendo 24 em 2019 e 5 este ano, Elielton passou em branco, o que ele admite que o incomoda bastante. Agora, o atacante poderá ganhar a chance de acabar com o jejum de gols e, quem sabe, abrir caminho para a titularidade e ainda para uma disputa pela artilharia do time, liderada por Nicolas, autor de 7 gols na atual temporada.

E MAIS...

- Todo jogador gosta de jogar em estádio lotado, com a torcida atuando junto com sua equipe. No caso do atacante Elielton a situação não é nada diferente. Mas, ontem, ele admitiu entender bem e aceitar com naturalidade o fato de a partida de amanhã, em Paragominas, contra o adversário homônimo, ter de ser disputada de portões fechados e, portanto, com as arquibancadas vazias. “Primeiramente a gente de tem de priorizar a segurança tanto nossa, atletas, como dos torcedores”, admitiu Elielton. “A gente sabe que jogar com torcida é importante, é uma motivação a mais para desenvolver o nosso trabalho dentro de campo, mas essa medida de portões fechados é importante para que a gente evite que esse vírus se espalhe”, prosseguiu o jogador. “Quanto mais a gente puder evitar a proliferação dessa doença é melhor”, lembrou Elielton.

- O jogador salientou, ainda dentro do tema coronavírus, que, mesmo com a Arena Verde vazia, amanhã, os jogadores sabem que precisarão se cercar de certos cuidados dentro de campo. “A gente está orientado a evitar, dentro de campo, o máximo de contato entre nós, embora a gente saiba que o futebol exige muito isso. Vamos procurar a melhor forma de evitar esses contatos, que só devem ocorrer com muita necessidade”, encerrou o jogador.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS