Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

VOCÊ SABIA?

O dia em que Leão e Papão viraram samba-enredo de Carnaval. Aperte o play

sábado, 22/02/2020, 16:46 - Atualizado em 22/02/2020, 17:30 - Autor: Diego Beckman


| Jorge Luiz / Paysandu SC

Em período de Carnaval, nem mesmo o futebol consegue se desligar da folia na capital paraense, pois os maiores times do estado já foram tema de desfile de escola de samba.

Considerada uma das escolas de samba mais antigas do Carnaval de Belém, o Rancho Não Posso Me Amofiná conseguiu levar azulinos e bicolores para avenida, durante os desfiles das escolas de samba de Belém, no centenário das duas agremiações.

Em 2005, o Remo foi homenagem da escola com o enredo “Das águas do Guajará às terras do Pará: Clube do Remo, cem anos de tradição e glória!”. A música foi destaque e acabou dando Rancho o título de campeão após dois anos de jejum.

 

Nove anos depois, o Paysandu foi para avenida com o Rancho com o samba enredo. “Da paixão secular a um ícone bicolor, um marco a celebrar em uníssono uma história a perpetuar”. O título deu a escola o tricampeonato do Carnaval de Belém.

 

Em 2020, o Rancho ficou em quarto lugar na disputa oficial do Carnaval.



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS