Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

COPA DO BRASIL

Poder de reação e valentia são ressaltados por treinador do Leão

quinta-feira, 13/02/2020, 08:49 - Atualizado em 13/02/2020, 09:23 - Autor: Matheus MIranda


Para o técnico azulino, grupo foi valente e foi bem do início ao fim da partida
Para o técnico azulino, grupo foi valente e foi bem do início ao fim da partida | Wagner Santana

Ironicamente, no momento em que melhor se posicionou em campo no compromisso nesta quarta-feira (12), à tarde diante do Freipaulistano-SE, os azulinos acabaram sofrendo o gol que abriu o placar para o rival e, consequentemente, jogou um balde de água fria no time paraense. Mas os azulinos exibiram um fator que ainda estava em falta: o poder de reação.

Remo vence de virada e avança para 2ª fase da Copa do Brasil

“Entramos focados. Pegamos o gol, mas não deixamos a peteca cair. Corremos atrás do resultado e fizemos os gols. Poderíamos ter feito mais, mas graças a Deus saímos com o bom resultado”, disse o zagueiro Mimica, que atuou bem na defesa.

Embora o Leão fosse o favorito pela tradição, o Freipaulistano-SE embaçou a vida dos remistas em certos momentos, especialmente na etapa inicial. Para o volante Charles, as dificuldades já eram esperadas. “Se a gente parar para ver, os jogos na Copa do Brasil, as dificuldades são enormes. Do primeiro ao último minuto. Mas conseguimos fazer o placar e sair com a vitória”, observou.

O técnico Rafael Jaques também elogiou a equipe. “Parabenizar o grupo que foi muito valente. Iniciamos melhor o jogo, tivemos situações de gol, de bola parada, e em um momento em que estávamos bem na partida, tivemos um erro de passe e sofremos o gol”, analisou. “Mesmo assim o grupo foi muito valente, porque buscou o empate antes de ir ao intervalo. Na nossa opinião, a estratégia foi bem montada e a equipe foi bem do início ao fim”, completou.

2ª FASE

O Brusque será o adversário azulino na próxima fase. Ontem, o time catarinense recebeu o Sport no Estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina, e venceu por 2 a 1. Edu e Ianson marcaram para os mandantes, enquanto Leandro Barcia fez para os visitantes. Uma confusão marcou os minutos finais da partida. Raul Prata cobrou falta e a bola sobrou para atacante Elton completar para as redes. O árbitro Douglas Marques das Flores inicialmente validou o gol, mas a auxiliar Fabrini Bevilaqua Costa levantou a bandeira assinalando falta em Zé Carlos. Ambas as equipes reclamaram muito e a vitória dos donos da casa foi mantida.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS