Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

DECISÃO

Copa do Brasil: Hoje é dia de Clube do Remo e Bragantino

quarta-feira, 12/02/2020, 09:52 - Atualizado em 12/02/2020, 14:16 - Autor: Matheus Miranda x Tylon Maués


Gustavo Ermel deve voltar ao time titular
Gustavo Ermel deve voltar ao time titular | Remo/Divulgação

A quarta-feira será de fortes emoções para torcedores de dois clubes paraense, azulinos e bragantinos entram em campo para estreia na Copa do Brasil. Enquanto o Remo vai a casa do adversário, o Bragantino recebe o Ceará no Diogão.

REMO

A partir das 16h, o Clube do Remo fará a sua estreia na Copa do Brasil 2020, diante do Freipaulistano-SE, no estádio Titão, em Frei Paulista (SE). O Leão Azul vai em busca de uma reabilitação em campo após tropeçar no final de semana passado ao sair derrotado na disputa do primeiro clássico Re-Pa do ano. Dessa maneira, embora precise de um simples empate para sair classificado à segunda fase do torneio, os azulinos sabem que um triunfo em Sergipe é indispensável para o resgate de confiança junto aos seus torcedores.

Por isso, conforme adiantado pelo próprio técnico Rafael Jaques, a onzena principal sofrerá mudanças para o compromisso de hoje, à procura de uma formação mais “decisiva”. Embora tenha mantido o mistério, o retorno de Gustavo Ermel às beiradas no ataque é quase certo, já que Wesley “pipocou” ao receber a sua grande chance entre os titulares. Outro que aparece bem cotado é o volante Djalma, que pode retornar à sua função de origem na vaga de Xaves, que tem sido constantemente criticado pela limitação técnica ali no meio de campo.

Calejado no torneio nacional, pelo qual irá atuar pela 28° vez, e agora diante de um estreante, que é o caso do Touro do Agreste, o Leão sabe que não pode vacilar, vide a participação do ano passado, ao ter sido eliminado para o Serra-ES, logo no debute. Além disso, não é apenas o moral do grupo de jogadores e comissão técnico que estará em jogo no decorrer dos 90 minutos. Em caso de avanço, os paraenses irão desembolsar mais de R$ 1 milhão de cota, algo que é essencial para o planejamento neste ano.

ZAGA FORTE

E para seguir adiante na Copa do Brasil, um empate sem gols já garante o Leão Azul na segunda fase da competição. Por isso, anular qualquer iniciativa do ataque perigoso adversário nesta tarde é fundamental. A defesa azulina está ciente disso. Mesmo com dois tentos sofridos no clássico de domingo (9), a equipe ainda tem como principal referência em sua estrutura coletiva o sistema defensivo.

Assim, na busca de ajudar o time de todas as maneiras, os componentes da zona esperam dar o seu máximo e guiar a onzena em busca de uma vitória a partida contra o Freipaulistano-SE. “Vamos ver onde foi que erramos para não acontecer o que aconteceu. Não tínhamos pegado dois gols desde a pré-temporada. A defesa sempre boa, pegamos dois gols de bobeira, mas é conversar para resolver trabalhando e pensar na quarta-feira (hoje) para fazer uma grande partida. Ir focado, concentrado para conseguir um bom resultado”, disse o zagueiro Mimica.

Diário do Pará
 

Tubarão encara seu grande desafio

Em busca de pelo menos repetir a campanha do ano passado, quando chegou à terceira fase, o Bragantino estreia hoje na Copa do Brasil 2020 em busca de novos feitos. O time paraense encara logo na primeira fase um clube de primeira divisão, o Ceará-CE, justamente no momento de maior investimento do alvinegro cearense. O Tubarão do Caeté aposta na continuidade de um trabalho e na manutenção de uma base para vencer hoje à tarde no estádio Diogão.

Isso mesmo, o Bragantino tem que vencer para seguir adiante. Pelo regulamento do torneio nacional, na primeira fase o time visitante se classifica com um empate ou uma vitória. Já ao mandante resta apenas vencer para se classificar.

O técnico do Bragantino, Róbson Melo, sabe que logo de cara o desafio é muito grande, bem maior que os três que teve em 2019 na competição. Ele defende uma escrita de nunca ter perdido como comandante do Tubarão no Diogão, mas sabe que apenas isso pode não bastar, o time tem que vencer.

“Sei da qualidade do Ceará, mas dentro de casa a gente tem as nossas armas. Nosso time é muito forte jogando no Diogão. Vamos tentar fazer o nosso jogo. O Ceará requer todo o cuidado pela qualidade, por representar um time de série A. É uma oportunidade única para nós, do futebol da região”, disse Melo, que garante que seus comandados estão cientes do que precisa ser feito. “O nível de concentração tem que ser elevado, assim como a atitude também. Sabemos do que podemos e não podemos fazer”.

Pelo lado alvinegro, o clube da capital cearense passa por um momento turbulento. Devido ao começo de temporada irregular, a diretoria resolveu pela demissão do técnico Argel Fuchs para a contratação de um velho conhecido da torcida do Vozão, Enderson Moreira. O treinador inicia hoje a segunda passagem pelo clube. Ano passado, treinou o Ceará de abril a outubro, com 22 jogos e seis vitórias, cinco empates e onze derrotas.

Diário do Pará
 

Fique por dentro do Parazão 2020. Assista às quintas-feiras o DOL Rádio Esporte


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS