Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

ADVERSÁRIO DURO

Leão e galo se enfrentam neste sábado e prometem fortes emoções 

sexta-feira, 31/01/2020, 09:14 - Atualizado em 31/01/2020, 09:18 - Autor: Matheus MIranda


Mesmo com as recentes contratações, Djalma não quer saber de perder a sua vaga no time titular
Mesmo com as recentes contratações, Djalma não quer saber de perder a sua vaga no time titular | Octavio Cardoso

Nas últimas temporadas, Clube do Remo e Independente realizaram partidas de nível interessantes pelo Parazão, o que, naturalmente, reacende a disputa para um jogo emocionante entre as duas agremiações, amanhã à tarde, no Mangueirão. Ano passado, por exemplo, em quatro combates, os times proporcionaram momentos de tensão e emoção nos gramados, sendo o Leão vitorioso no confronto direto, com duas vitórias e uma derrota no saldo, além de um empate.

  • Remo terá uniformes especiais confeccionados por empresa italiana este ano
    O duelo mais recente foi justamente na final do Paraense 2019, com o triunfo remista por 2 a 0. Pelo trabalho que o Galo Elétrico leva a campo, os jogadores do Remo destacaram a qualidade rival. “O Independente vem se tornando um time forte, bastante conhecido, principalmente pra gente que é daqui do Pará. Já passamos muita coisa ao (Rafael) Jaques. É um time difícil, jogou a final ano passado. A gente sabe que contra eles vai ser difícil”, disse o volante/lateral Djalma.

Mas, Djalma foi enfático do declarar que o foco na vitória segue o mesmo, até para que o desenvolvimento do time possa acontecer com mais tranquilidade no certame. “Importante sempre vencer, as coisas acabam fluindo para o nosso lado. A gente tem um ponto importante que é não tomar gols. Ganhamos de 1 a 0, mas sem tomar gols, então temos mais facilidade no decorrer dos jogos”, projetou.

CONCORRÊNCIA

Cotado para iniciar no time titular neste sábado, Djalma, contudo, terá nos próximos dias uma disputa saudável para a manutenção na onzena. Isso porque o atleta ganhou concorrência nas duas posições que tem atuado pelo Leão, com as contratações de Nininho e Gelson, lateral-direito e volante, respectivamente. O jogador comentou sobre a concorrência de forma bem-humorada. “Banco não é o meu pensamento. Trabalhei forte para ter o meu espaço e tive o meu espaço. Acho que o Remo só tem a ganhar, a disputa fica melhor pra gente. Só espero que não seja perseguição”, brincou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS