Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

PREPARAÇÃO

Bicolores aprovam pré-temporada do Papão

quarta-feira, 08/01/2020, 09:33 - Atualizado em 08/01/2020, 09:33 - Autor: Da Redação


Delegação bicolor chegou ontem em Barcarena
Delegação bicolor chegou ontem em Barcarena | Divulgação/ Ascom PSC

Ficar longe de casa, separado da família, parentes e amigos, é uma das rotinas que o jogador de futebol tem de encarar na carreira. Mas o profissional consciente sabe da necessidade de uma pré-temporada. Parece ser o caso do lateral-direito Tony, que aprova inteiramente a decisão tomada pela diretoria do Paysandu, que resolveu tirar o elenco do clube de Belém para uma fase de 12 dias de preparação em Barcarena. Segundo o defensor, o deslocamento do grupo para a cidade do interior só trará benefícios aos atletas e, consequentemente, ao time.

“Acho válido até pra gente se comunicar mais fora de campo com os jogadores que estão chegando”, observa Tony. “A gente pode se concentrar mais, estar mais junto e criar mais companheirismo”, salienta. O lateral ressaltou, ainda, que o período em que ficarão juntos, concentrados e treinando, ajuda no bom relacionamento entre eles, atletas. “A gente já tem uma bela amizade entre nós jogadores. Alguns são mais amigos de outros, mas isso é normal”, conta. O fato de o clube ter mantido um bom número de jogadores de 2019 e, principalmente o técnico Hélio dos Anjos também é, na visão do lateral, “bastante positivo”.

“Isso facilita totalmente pela forma do professor Hélio trabalhar e a gente entender”, diz Tony. De acordo com o lateral, os treinos, neste início de temporada, já estão sendo puxados. “O professor Fred vem tirando, desde o ano passado, o máximo de cada um. Ele nos cobra de uma maneira muito rígida, mas a gente tem de entender o jeito como ele trabalha”, afirma. O jogador lembrou a dívida que o time tem com o torcedor. “Ficamos devendo ao torcedor os títulos e o acesso, que não foi uma falha tão nossa. Nos títulos não, foi um descuido nosso. Espero que a gente esteja mais concentrado para não errarmos de novo”, diz.

Tony acredita que o período em Barcarena trará grandes benefícios ao 2020 bicolor
Tony acredita que o período em Barcarena trará grandes benefícios ao 2020 bicolor Divulgação/ Ascom PSC
 

TREINAMENTO INTENSO

A bola começa a rolar de verdade, hoje, para os jogadores do Paysandu. O elenco bicolor fará o seu primeiro treino de conjunto, de acordo com a agenda do clube, às 8h30, no estádio municipal. No domingo, no mesmo local, às 10h, acontecerá o jogo-treino contra a Seleção de Barcarena. A partida revelará o que pensa o técnico Hélio dos Anjos em termos de montagem do time para a estreia no Parazão. Ontem o grupo bicolor conheceu o estádio Laurival Cunha, num treino que começou no final da tarde, o que exigiu o acionamento do sistema de iluminação da praça de esportes.

A delegação bicolor fez uma viagem tranquila e culturalmente enriquecedora. Quem não conhecia a região ribeirinha e nunca tinha visto Belém de um outro plano aproveitou para tirar fotos e mandar para parentes e amigos. O deslocamento aconteceu em uma balsa, com pouca velocidade em função da chuva. A comitiva bicolor, formada por 28 jogadores, sendo cinco deles da base do clube, deixou à Curuzu 12h05, chegando em Barcarena, mais precisamente, em frente ao hotel Samaúma, onde está alojado o grupo, 16h30.

No final da tarde, cada qual se instalar em seus respectivos apartamentos, o time seguiu para o estádio para o treinamento. O presidente Ricardo Gluck Paul e mais três cartolas fazem parte da delegação. Quem também está integrado ao grupo é o volante Anderson Uchôa, que segue se recuperando da cirurgia que fez no pé direito no final de 2019. Não há ainda data certa para que o jogador retorne aos treinamentos. Em princípio, conforme informou o médico José Silvério, o atleta ficará por três meses separado do elenco.

 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS