Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

PLANEJAMENTO

Clube do Remo quer fechar o grupo e buscar o tri

domingo, 05/01/2020, 12:14 - Atualizado em 05/01/2020, 12:12 - Autor: Matheus MIranda


Time azulino já treina forte para a temporada, mas ainda deve ganhar seus últimos reforços
Time azulino já treina forte para a temporada, mas ainda deve ganhar seus últimos reforços | Samara Miranda/Remo

A partir de hoje, o torcedor do Clube do Remo entra na contagem regressiva para a esperada estreia do time no Campeonato Paraense 2019. A equipe irá defender o seu título de bicampeão estadual daqui a duas semanas, no sábado (18) – a diretoria almeja alterar o jogo para o dia 19 -, às 16h, no estádio Mangueirão, contra o Tapajós. Com o tempo relativamente curto até a data da bola rolar, a comissão técnica, ao lado da diretoria de futebol, ainda procura fechar detalhes para que o time possa se voltar inteiramente na busca pelo tricampeonato.

Remo vence o Castanhal em primeiro amistoso de 2020

Um deles se trata especificamente ao fechamento do plantel. Hoje o time azulino conta com 25 atletas no grupo, ou seja com espaço a ser preenchido, conforme o planejamento da diretoria, que seria de 28 profissionais nesse primeiro semestre. Um zagueiro e um lateral-direito são as prioridades. Neguete, de 29 anos e que vinha atuando pelo Vilafranquense, de Portugal, acertou a sua vinda ao Leão, conforme fontes internas. Quanto ao ala, ainda não se chegou a um denominador comum, embora os dirigentes tenham nomes no radar. Um volante com perfil ofensivo e um centroavante também estão sendo sondados, mas sem tanta intensidade como as duas outras posições.

Contudo, as negociações não atrapalham o plano moldado pelos responsáveis do carro-chefe azulino para o começo do Estadual. “Estamos trabalhando por etapas e cada uma delas sendo de forma coesa”, disse o treinador Rafael Jaques.

Assim como parte do elenco desta temporada, que irá atuar em uma equipe expressiva pela primeira vez na carreira no Remo, o técnico azulino também é uma aposta da alta cúpula remista para 2020. Respaldado pelo bom trabalho realizado no São José-RS nas duas últimas temporadas, Jaques terá o grande desafio da sua carreira justamente no Leão. E, ao lado da equipe, o comandante, apontou algumas características que seu time irá apresentar conforme o seu aval. “Podem esperar uma equipe muito competitiva e que vai se entregar muito. As características são de uma equipe equilibrada e dinâmica e que vai lutar até o final pelos objetivos”, afirmou.

Base montada, mas nada de cadeira cativa

Amanhã (6), a pré-temporada do Remo irá se intensificar e ganhar conotação cada vez mais tática, já que o grupo irá ficar pelos próximos dez dias em Salinas em concentração, realizando treinamentos específicos até a data da abertura do Campeonato Estadual.

Acontece que o time já se adiantou em tal quesito, vide os dois jogos amistosos contra o Castanhal, o que criou um esboço de um time titular. Mesmo adiantado, o treinador Rafael Jaques fez questão de deixar claro que o time ainda não está fechado. “Dependo muito do rendimento dos jogadores nesta pré-temporada. Tive uma resposta muito boa até aqui, mas ainda temos tempo para observação e decidir”, ponderou.

Apesar do mistério, fato é que a onzena já possui uma base, como é o caso da manutenção do goleiro Vinícius, da presença da dupla de zaga composta por Rafael Jansen e Fredson, ao lado de Eduardo Ramos no meio-campo. Para Fredson, remanescente da temporada passada e destaque, especialmente na reta final de 2019, o trabalho não pode parar. “Um time quase novo e que tem qualidade para render. Temos que trabalhar, nos esforçar no dia a dia e nos adaptar em um novo estilo de jogo”, comentou.

Pratas da casa confiantes em uma boa temporada

seu espaço
seu espaço Samara Miranda/Remo
 

Depois de uma temporada interessante realizada pela base azulina no profissional, os jovens valores do Clube do Remo aparecem com destaque na pré-temporada. Alguns, inclusive, cotados de antemão para brigar por uma posição no time principal, como é o caso do meia Lailson. O jogador deixou boa impressão no ano passado e, dessa maneira, seguiu prestigiado com a troca na comissão técnica.

Assim como o meia, o atacante Wallace é um dos que figuram nesse meio. O ofensivo já deixou uma boa impressão antecipada ao professor, ao ter marcado o gol do empate em 1 a 1, no primeiro amistoso realizado contra o Castanhal, no último dia 29 de dezembro, no estádio Maximino Porpino.

O volante Ariel Pingo, apontado como a principal revelação da base em 2019, sendo constantemente elogiado pelos treinadores Marcio Fernandes e Eudes Pedro, também irá brigar por uma sequência, agora sob a supervisão e Rafael Jaques. “É uma tarefa em que me sinto preparado. Venho trabalhando forte e se surgir à oportunidade sei que posso agarrar da melhor forma possível”, disse o jovem.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS