Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

GÁS RENOVADO

Hélio dos Anjos garante motivação ainda maior em 2020

domingo, 05/01/2020, 08:25 - Atualizado em 05/01/2020, 08:33 - Autor: Nildo Lima


Para o treinador, trabalho na pré-temporada será o melhor possível
Para o treinador, trabalho na pré-temporada será o melhor possível | Vitor Castelo/Paysandu e Jorge Luiz/Paysandu

O fato de ter tido o contrato renovado e, portanto, mantido no elenco do clube para a temporada que está começando, de acordo com o treinador Hélio dos Anjos, não garante vaga cativa a ninguém no time do Paysandu. Logo em seu retorno a Belém, após o período de férias, o comandante bicolor avisou que jogará em seu time quem estiver melhor em alguns quesitos, que ele detalhou. “Nessa questão de titularidade não tenho compromisso com ninguém. Nem com os que ficaram e nem com os que estão chegando”, alertou o técnico.

Dos Anjos foi além ao tratar sobre a questão da formação da equipe para a estreia no Parazão. “É o trabalho, é o dia a dia, são as imposições técnicas, físicas e psicológicas que vão fazê-los jogar ou não”, alertou Dos Anjos, que garantiu ter retornado à Curuzu com muito mais ânimo para o trabalho, indiferente ao fato de não ter logrado êxito nas competições que disputou. “Estou chegando com uma motivação até muito maior do que aquela quando cheguei no ano passado”, garantiu.

Com relação ao insucesso do time no acesso à Série B do Brasileiro deste ano e a perda da Copa Verde, o treinador assegurou não ter deixado nenhum trauma a ele próprio e ao grupo de jogadores que permaneceu para a temporada deste ano. “Ter batido na porta em duas competições não nos trouxe nenhuma insegurança. O que nos trouxe foi uma motivação especial, contando sempre com a força e o poder da nossa fanática e eletrizante torcida”, salientou o treinador, que ainda aguarda pela chegada de alguns jogadores. “Pra composição do grupo falta alguma coisa”, informou.

A estreia está logo ali, Papão!

Equipe bicolor deve pegar corpo com o Parazão em andamento. Até lá, a ordem é aproveitar a base de 2019 neste início de temporada e inserir os reforços aos poucos
Equipe bicolor deve pegar corpo com o Parazão em andamento. Até lá, a ordem é aproveitar a base de 2019 neste início de temporada e inserir os reforços aos poucos Vitor Castelo/Paysandu e Jorge Luiz/Paysandu
 


Faltando 15 dias para a estreia do time no Parazão 2020, primeira competição do calendário do clube, o Paysandu ainda está com seu elenco em processo de montagem. Do grupo que encerrou a temporada passada, apenas 18 atletas continuaram na Curuzu, alguns deles recém-promovidos da divisão de base. Até a última sexta-feira, quando ocorreu a apresentação do plantel, na Curuzu, a direção bicolor havia anunciado cinco contratações, que já estão integradas ao grupo. O Papão ainda busca algumas peças no mercado, o que leva a crer que a equipe bicolor será moldada ao longo da disputa do campeonato.

Mas, para o começo da competição, o técnico Hélio dos Anjos, que teve o seu contrato renovado, bem como oito jogadores remanescentes de 2019, já tem ao menos uma base para enfrentar o Itupiranga, dia 20, na Curuzu, na abertura do Estadual para os dois times. O grupo deverá contar com algumas estreias pontuais, sobretudo nos setores de defesa e meio de campo, os mais afetados pelo processo de mudanças de uma temporada para a outra. Num contexto geral, portanto, os atletas preservados do ano passado deverão prevalecer na equipe.

Num exercício de imaginação e nada mais que isso, o Papão poderá entrar em campo para enfrentar o Itupiranga com Gabriel Leite; Tony, Perema, Micael e Bruno Collaço; Caíque Oliveira, Serginho e Alex Maranhão; Vinícius Oliveira, Nicolas e Elielton. O esquema, como se pode ver é o 4-3-3, com o qual Dos Anjos vem trabalhando, sem nenhuma variação, desde que assumiu o clube no início de junho de 2019. As novidades na suposta formação bicolor são: o goleiro Gabriel Leite, o volante Serginho e o meia-esquerda Alex Maranhão.

Os três jogadores, além do zagueiro Wesley Matos, tiveram suas contratações anunciadas pelo clube na semana passada. É possível que a equipe bicolor venha a apresentar outras novidades, visto que o clube ainda corre atrás de outras aquisições. Tudo, óbvio, vai depender da chegada dos atletas desejados e do desempenho dos mesmos na pré-temporada que o elenco fará, a partir de terça-feira (7), na cidade de Barcarena, de onde o grupo retorna a Belém na antevéspera da estreia do time no Parazão.

Durante o período de 12 dias de treinamento fora de Belém, Dos Anjos deverá observar a formação bicolor em pelo menos um amistoso, que servirá de “termômetro” para ele analisar o potencial do grupo. O amistoso, ainda não oficializado pela gerência do clube, permitirá uma ideia mais apurada da provável da composição da equipe que fará a estreia no campeonato.

Sem tempo para reclamar do calendário

Calejado na profissão, com quase 40 anos de “estrada”, o técnico Hélio dos Anjos já não se surpreende mais com o desorganizado calendário do futebol brasileiro. Assim sendo, o treinador garante não estar tão preocupado com o curto tempo de apenas 12 dias que tem para preparar o Paysandu com vistas ao Parazão. “Isso é de praxe, é normal”, afirma o comandante bicolor. “Não sou eu quem impõe isso. Essa é a realidade”, observa o treinador, dando de ombros para o exíguo tempo que tem para trabalhar o grupo que comanda.

“Vamos ter nesses dias todas as condições para trabalhar”, argumenta Dos Anjos, incluindo na programação de atividade do elenco o período de exames médicos e laboratoriais, que foram iniciadas na última sexta-feira por ocasião da apresentação do elenco, na Curuzu. Ele assegura que todo o planejamento de preparação da equipe está devidamente traçado e será seguido ao pé da letra até o jogo de estreia no Estadual, dia 20, contra o Itupiranga.

“A pré-temporada está toda organizada, as questões dos trabalhos técnicos, dos trabalhos táticos, trabalhos físicos, audiovisuais, está tudo organizado desde que nós saímos daqui. Então estou muito tranquilo pra dar sequência no trabalho”, diz Dos Anjos, que garante estar otimista com relação a uma boa participação do Papão no Parazão, o que em outras palavras significa dizer na conquista do campeonato. “A confiança nós temos em fazer um grande trabalho e naturalmente deixar o nosso torcedor feliz”, argumenta.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS