Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

TIRO CURTO

Papão larga na frente pelo  Campeonato Paraense adulto de basquete masculino

quarta-feira, 27/11/2019, 07:42 - Atualizado em 27/11/2019, 07:54 - Autor: Tylon Maués


Time bicolor fez o dever de casa; próximo jogo será na sexta-feira
Time bicolor fez o dever de casa; próximo jogo será na sexta-feira | Olga Leiria

O Paysandu saiu na frente no playoff de melhor de cinco jogos que decidirá o Campeonato Paraense de Basquete 2019. Em jogo realizado na noite de ontem no ginásio Moura Carvalho, na sede social bicolor, o Papão venceu o Clube do Remo por 83 a 71. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira na casa remista, o ginásio Serra Freire.

O jogo teve um ponto de equilíbrio, que foi o fato de que cada equipe venceu dois quartos. O Papão foi melhor no primeiro e no terceiro, enquanto que o Leão Azul venceu o segundo e o quarto. No entanto, a grande diferença é que quando o Paysandu vencia os quartos era sempre com diferenças consideráveis de pontos.

Foi assim que o Paysandu terminou o primeiro quarto com uma vitória parcial de 23 a 12. Com a vantagem adquirida, o time bicolor manteve-se sempre à frente do placar, mesmo quando o adversário estava melhor em quadra. O segundo quarto terminou 39 a 35 para o time bicolor, a menor diferença da partida.

O terceiro quarto foi marcado por uma confusão em quadra que terminou com uma expulsão pelo lado bicolor e duas pelo azulino. O Papão abriu 15 pontos com 65 a 50, uma vantagem que o Remo não foi capaz de tirar, mesmo sendo melhor no último quarto, que terminou 83 a 71 para o Paysandu.

O técnico do Remo lamentou a derrota e reconheceu que o rival esteve melhor. Mas Giovanni Martins garantiu que na próxima rodada o Leão deve estar bem mais equilibrado e forte. “Começamos o jogo muito apáticos. No primeiro período o adversário foi melhor, abriu uma diferença. Melhoramos, diminuímos, mas o Remo se abalou com as expulsões e deixamos o adversário abrir de novo. No fim, reagimos em alguns momentos, mas não deu. Teremos três dias para descansar e treinar para o próximo jogo”, diz.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS