Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

SÓ ANO QUE VEM

Sobraram poucos! Remo está com elenco esvaziado

segunda-feira, 04/11/2019, 10:13 - Atualizado em 04/11/2019, 10:45 - Autor: Matheus MIranda


 Cesinha (foto)
Cesinha (foto) | Diário do Pará

Exceto pelos atletas que vieram da base, o time do Remo que conta com jogadores com contratos até o final do ano que vem deu uma diminuída nos últimos dias. Após a saída amigável de Neto Baiano, na sexta-feira passada, pesou, também, a rescisão do volante Yuri Naves. Este último foi a baixa mais dolorosa do elenco até então, tanto pelo motivo do desligamento - problema de saúde da filha -, quanto pela baixa técnica no time.

Kila chega ao Remo com a missão de reestruturar o futebol profissional

Dessa maneira, além de Eduardo Ramos e Vinícius, Cesinha é o único com vínculo até 2020. Porém, somente os dois primeiros dividem a mesma popularidade de Yuri, que, após o anúncio de sua rescisão, fez questão de mandar um recado aos torcedores. “Tenho que pensar na minha família. Fica o meu carinho pela torcida azulina, pelo povo de Belém e especialmente pelo Clube do Remo”, comunicou o jogador.

Mesmo com as baixas, na mesma pegada, alguns jogadores terão a chance de conquistar o respeito da torcida, como é o caso do meia-atacante Lukinha, que possui um pré-contrato com o Remo. “Sei que trabalhei para chegar e despertar o interesse do Remo, que é grande. Confio na minha habilidade”, avisa.

Após executivo, ordem é fechar time e treinador

Com o anúncio oficial de Carlos Kila como executivo de futebol azulino, os responsáveis pela equipe poderão dar sequência nas atividades. Sem muito alarde, os dirigentes seguem a todo vapor mapeando jogadores e, especialmente, treinadores, esse que deve ser o próximo passo a ser tomado, para montar a base do futebol.

Conforme adiantado, mesmo com uma lista de jogadores para todas as posições, a direção atua com calma, já que as competições oficiais ainda não se encerraram por completo, em especial a Série B, celeiro que pode contribuir para a incorporação do plantel.

A temporada de 2019 demonstra ter sido divisora de águas para o Leão. Devido ao compromisso da diretoria em manter os salários em dia, além da boa campanha na Série C, o time ganhou credibilidade, segundo mencionado pelo novo executivo, que apontou como “resgate” essas situações.

Para o diretor de futebol Dirson Medeiros Neto, a entrada de uma nova temporada será de empenho e dedicação. “Tudo é no tempo de Deus. Fizemos o nosso possível, mas às vezes as coisas têm seus propósitos. Vamos continuar com o nosso foco. Estamos sempre no mercado estudando o que é melhor para fazer do Remo sempre uma constante evolução”, destacou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS