Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

MOTOVELOCIDADE

Copa Nordeste Paraense de Motocross levantou poeira em Tomé-Açu

terça-feira, 08/10/2019, 08:25 - Atualizado em 08/10/2019, 08:25 - Autor: Redação


Copa de Motocross é tradição no nordeste paraense.
Copa de Motocross é tradição no nordeste paraense. | Amynthas Gleyzer

A 5ª Etapa da Copa Nordeste Paraense de Motocross 2019 foi realizada no domingo (6), na Vila Forquilha, em Tomé-Açu, nordeste do Pará. A primeira corrida foi a MX Intermediária, que deu largada com muita força nos motores. Lucas Santos levou o público ao delírio e subiu no lugar mais alto do pódio. “Vencer é muito bom. Quero parabenizar os outros pilotos, que mandaram bem”, disse Lucas.

Em seguida foi à vez dos roncos dos motores da Nacional Estreante. Jefferson Firmino, conhecido como Feto, estava em 2º lugar, no início da corrida, mas rapidamente passou para a primeira colocação e se manteve assim até o final, fechando em 1º lugar.

A categoria seguinte foi a MX 3. Michel Celin, conhecido como Michel Bala, que vinha sendo invicto na categoria, disparou na frente. Em seguida, Lindomir Alves, conhecido como Mirão, ultrapassou e ficaram em disputa acirrada, até que Mirão passou na frente, pegou distância e não deu outra, foi Mirão no lugar mais alto do pódio. “Peguei um ritmo bom e consegui fazer a ultrapassagem em cima do Michel, piloto difícil de ultrapassar, mas, graças a Deus, deu tudo certo”.

A quarta categoria foi MX Estreante, com Roberto Silva, número 199, dando um verdadeiro show. “Motocross é paixão. É o que a gente gosta de fazer”, disse.

A categoria seguinte foi a Nacional Intermediária, com Renato Abreu em 1º lugar.

CRIANÇAS

Depois de muita emoção dos adultos, foi a vez das crianças entrarem na pista e mostrarem que Motocross é um esporte que conquista o público adulto e infantil. “A emoção é muito boa. Essa foi minha primeira corrida. Só tenho a agradecer”, disse Arthur Chamon, 1º lugar na categoria Infantil.

Para Dagner Rangel, espectador, a corrida foi muito boa e o esporte precisa de mais incentivos para não morrer. “Motocross é um esporte maravilhoso. Pessoal correu muito e botou pressão. Gostei muito do evento”, concluiu.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS