Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

QUEM SERÁ?

Copa Verde: Re-Pa define também o artilheiro do Baenão

quinta-feira, 26/09/2019, 07:56 - Atualizado em 26/09/2019, 08:04 - Autor: Matheus Miranda/Diário do Pará


Gustavo Ramos joga pelos lados, mas também tem faro de gol
Gustavo Ramos joga pelos lados, mas também tem faro de gol | Fernando Araújo/Diário do Pará

Os três tentos marcados pelo centroavante Neto Baiano no último compromisso oficial do Clube do Remo, a goleada aplicada de 6 a 1 em cima do Atlético-AC, subiu a moral do jogador com todos e, de quebra, o colocou no páreo pela artilharia azulina na temporada, com quatro finalizações certeiras. A diferença, agora, é de apenas um gol de diferença para o atacante Gustavo Ramos, que possui cinco gols.

De maneira sadia, os números criaram certa competição entre os atletas, especialmente pelo fato de os próximos dois encontros do Leão serem clássicos contra o Paysandu, compromissos no qual todos os jogadores querem brilhar.

Por isso, embora destaque o coletivo, o homem-gol do Baenão reiterou que se tiver a brecha, mesmo o seu papel não sendo o de finalizador principal, irá aumentar a diferença em comparação ao companheiro. “É uma disputa muito boa, mas o goleador é ele (Neto Baiano). Minha característica principal é de jogar pelos lados e criar jogadas, enquanto que o Neto joga mais centralizado. É uma parceria que tem tudo para dar certo, pois venho ajudando com gols e ele também e só quem ganha é o Remo”, explicou.

Embora deixar a sua marca seja importante até para ajudar o grupo na busca pelo título inédito da Copa Verde, Gustavo Ramos reiterou que no momento toda a equipe está focada em se doar ao máximo para que o resultado positivo possa ser alcançado, independentemente de quem for o “pai da criança” nos gramados.

Conforme foi reforçado pelo camisa 7, outra característica sua pode ser explorada em prol do time no desenvolvimento da partida contra arquirrival: o passe final. “Como falei, sou o cara que gosta de construir as jogadas. Gosto muito de dar assistências. Graças a Deus dei passe para gol no ano e consegui uma contra o Atlético-AC. A gente trabalha muito para isso e para chegar aos objetivos”, comentou.

Para o duelo deste domingo, o atacante foi enfático ao declarar que é fundamental apresentar sempre novos recursos devido o grau de relevância do jogo. “A gente tem sempre que ter essa carta na manga. Um drible ou uma jogada pode resolver todo o jogo. Teve um jogo que dei uma lambreta, caso tenha oportunidade pode ser que tente novamente. Vai depender do jogo. É um recurso que tenho, mas não para menosprezar ninguém, pois sempre tenho respeito. Só que a torcida ia gostar, né? Ficaria marcado”, deixou no ar o jogador.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS