Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

TRABALHO DURO

Inspiração Azulina para vencer o Papão pela primeira vez

quarta-feira, 25/09/2019, 08:12 - Atualizado em 25/09/2019, 08:12 - Autor: Matheus Miranda/Diário do Pará


Leão se prepara para uma guerra contra o arquirrival pela Copa Verde
Leão se prepara para uma guerra contra o arquirrival pela Copa Verde | Fernando Araújo/Diário do Pará

“Eu quero vingança. Quero que sintam a nossa dor e saibam que é a última coisa que eles vão sentir”. A frase, com um tom melodramático, pode ser compartilhada no meio da torcida azulina, que mantém preso na garganta o sabor de vitória nesta temporada diante do arquirrival. No entanto, as palavras impactantes são proferidas pelo eterno personagem de ação interpretado por Sylvester Stallone, John Rambo, que na última semana retornou às telonas para o quinto filme da saga.

Assim, coincidentemente, para o quinto clássico Re-Pa de 2019, válido pela Copa Verde, no domingo (29), além das palavras que, em outro contexto foram destacadas pelos atletas do time, como o zagueiro Marcão ao frisar que “está maluco, doido para vencer”, o próprio título do filme, seja em português ou inglês, dá a dimensão do que os azulinos buscarão na partida: a vitória “até o fim” ou “até a última gota de sangue”. E as semelhanças não param por aí.

Marcão “está maluco, doido para vencer” o Paysandu
Marcão “está maluco, doido para vencer” o Paysandu Clube do Remo/Divulgação
 


Recheado de ação, contra-ataque e sempre um passo à frente dos seus adversários no decorrer da película, não é difícil encaixar essa tese nos discursos do treinador Eudes Pedro. Fiel ao estilo ofensivo, o comandante tem deixado claro que não irá poupar poderio naquele que aponta como o duelo mais importante desse seu novo projeto profissional. Um exemplo, de cara, é em cima do modelo tático: 4-2-4, partindo pra cima do rival.

E se no cinema, as explosões e todas as cenas de ação não maquiam um roteiro fraco, no jogo também ocorre algo parecido. Quem aí não lembra o encontro passado dos dois titãs? Após iniciar a partida de forma imponente, o Leão se tornou um time monótono a ponto de sofrer o empate em total descuido, o que consequentemente ocasionou com a sua retirada precoce da Série C. Por isso, é preciso cuidar para que o ritmo se mantenha do início ao fim.

O técnico Eudes Pedro está ciente disso e promete trabalhar bem esse roteiro para que o filme do Re-Pa tenha um final feliz para o Remo. “Vamos jogar como enxergo o futebol: pra frente, sempre mantendo a posse de bola e marcação sempre na última linha. No último jogo (clássico) o Remo deu um chute só a gol, e isso não pode acontecer em uma equipe do tamanho da nossa”, destacou o comandante.

Mantra azulino: vencer, vencer, vencer

Poucas palavras têm feito parte dos discursos dos jogadores do Remo nessa semana pré-clássico. A situação é um controle até para não colocar pilha às vésperas de um Re-Pa que por si só já conta com bastante motivo para aumentar a rivalidade. Mas nas declarações os profissionais não escondem que daqui para frente, em campo, o sentimento é um só.

Fredson sabe que time e torcida precisam de uma vitória em Re-Pa para levantar o moral
Fredson sabe que time e torcida precisam de uma vitória em Re-Pa para levantar o moral Clube do Remo/Divulgação
 


“Para nós é uma guerra. Sabemos que ainda não ganhamos deles esse ano. Vamos com esse objetivo, porque a torcida está precisando disso. Nós estamos precisando. Com todo o respeito a eles, mas quando estivermos em campo a gente vai pra vencer”, ponderou o zagueiro Fredson.

Fredson irá jogar o seu terceiro clássico nesta temporada e aguarda um desfecho favorável para o encontro desta vez. A fórmula para que as coisas terminem de maneira diferente, de acordo com o defensor, é a mais básica possível. “Não tem segredo. É trabalho. Estamos trabalhando forte nesse período. O Eudes está procurando ajustar ali na parte defensiva e no ataque pra que a gente saia com esse objetivo que é a vitória”, comentou o jogador.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS