!-- ONE SIGNAL -->
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

DIA DO ÁRBITRO

Relembre erros de arbitragem contra times paraenses

quarta-feira, 11/09/2019, 19:48 - Atualizado em 11/09/2019, 22:06 - Autor: Diario Online


| Divulgação / CBF

Nesta quarta-feira, 11 de setembro, não é dia apenas de relembrar a tragédia ocorrida em Nova York com o ataque às torres gêmeas do World Trade Center, mas também de celebrar uma figura importantíssima no futebol que em alguns momentos cometeram verdadeiros ataques terroristas aos times paraenses.

Hoje é comemorado o dia do árbitro de futebol.

A data serve para comemorar as pessoas que dirigem partidas de futebol, sejam árbitros ou assistentes recebam o reconhecimento da sociedade, mas desde o último domingo (8), quando houve o erro de Leandro Pedro Vuaden contra o Paysandu na partida contra o Náutico-PE pela Série C do Campeonato Brasileiro, o árbitro acabou sendo criticado em todo o país.

Este é apenas mais um capítulo de casos de arbitragem contra o futebol paraense. Nisso, o DOL resolveu destacar graves erros contra os times do Pará.

1 – PAYSANDU X CORINTHIANS-SP: Em 2005, o Papão lutava para não cair para a Série B do Campeonato Brasileiro e recebia o time paulista. O jogo estava 1 a 0 para o Timão, com gol de Tevez e em um lance de escanteio, Rafael Moura marcou para o Papão, porém o árbitro Lourival Dias Filho (BA) anulou o gol de empate bicolor. As câmeras mostraram o erro de arbitragem que prejudicou o Papão, que perdeu aquela partida por 2 a 0.

 

2 – REMO X CORINTHIANS-SP: Outra vez o Timão é beneficiado contra times paraenses. Após 0 a 0 em Sorocada (SP), o Mangueirão estava lotado de remistas e alvinegros pela Copa do Brasil. O Remo vencia o time paulista por 1 a 0, quando Ageu Sabiá invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro Henrique diante do árbitro Wilson de Souza Mendonça, que mandou o jogo seguir. O possível pênalti fez falta aos remistas, que acabaram levando o empate de Castor e saíram da Copa do Brasil. O fim de jogo parecia um campo de guerra, onde torcedores invadiram o gramado para tentar agredir o árbitro.

 

3 – PAYSANDU X BOTAFOGO-RJ: De volta a Série B em 2015, o Paysandu enfrentava o Botafogo-RJ no Mangueirão na estreia das duas equipes. Em um jogo de 0 a 0, o Papão abriu o placar com Aylon, mas a assistente Fernanda Colombo, apelidada na época de “Musa do Apito” anulou o gol bicolor. Pelas câmeras, o erro foi da bandeirinha e o Papão perdeu o jogo para o Fogão por 1 a 0.

4 – REMO X PAULISTA-SP: Pela Série B de 2004, o Remo enfrentava o Paulista-SP e chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas empatou o jogo e no último lance, o atacante Junior Amorim foi derrubado na área pelo atual treinador Vágner Mancini, que na época era jogador. O árbitro era o amazonense Washington Alves Souza, que ignorou o pênalti para desespero da torcida. No fim, torcedores jogaram copos de cerveja em direção ao árbitro, que rendeu punição ao time remista.

Após o erro de Vuaden na partida entre Náutico-PE X Paysandu, o time bicolor pede a anulação do jogo, em um erro que custou caro e também custou o acesso bicolor a Série B.

Assista à Copa Sul-Americana, Série C do Brasileirão, Série A Italiana, Ligue 1 Francesa, WTA e muito mais. APROVEITE O LANÇAMENTO DO DAZN BRASIL!


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS