Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

SANDRO GOIANO

Ídolo bicolor prevê final feliz para o Papão na 'Batalha dos Aflitos 2'

quarta-feira, 04/09/2019, 08:45 - Atualizado em 04/09/2019, 08:45 - Autor: Nildo Lima


Sandro Goiano esteve em campo na 'Batalha dos Aflitos', em 2005, e afirma que o Papão tem tudo para repetir o feito do Grêmio, despachar o Náutico e garantir o acesso
Sandro Goiano esteve em campo na 'Batalha dos Aflitos', em 2005, e afirma que o Papão tem tudo para repetir o feito do Grêmio, despachar o Náutico e garantir o acesso | Divulgação

Ídolo da torcida do Paysandu, pelo qual atuou por oito temporadas, seis delas seguidamente, o ex-volante Sandro Goiano, 46 anos, sabe como ninguém o que é participar de uma decisão de acesso à divisão superior do Brasileiro, enfrentando o Náutico-PE, em pleno estádio dos Aflitos, como acontecerá no domingo (8), quando o time da casa receberá o Papão para o jogo de volta, pelo mata- -mata da Série C, valendo vaga na Segundona de 2020. O ex- -meio-campista bicolor foi um dos protagonistas do episódio que ficou conhecido no futebol brasileiro como a “Batalha dos Aflitos”, ocorrida em 2005.

Sandro defendia o Grêmio-RS, quando no dia 26 de novembro de 2005 o Tricolor bateu o Timbu, por 1 a 0, contando com apenas 7 atletas em campo, já que 4 jogadores do time tinham sido expulsos pelo árbitro Djalma Beltrami, que assinalou dois pênaltis contra o Tricolor. Na primeira cobrança a bola encontrou a trave e na segunda, que provocou a expulsão de 3 atletas gremistas - o lateral Escalona, tinha sido excluído antes -, o goleiro Galatto defendeu, ocorrendo poucos minutos depois o gol do título e do acesso gremista, anotado por Anderson, aproveitando bem assistência de Sandro Goiano.

Agora, afastado dos gramados como jogador, mas administrando uma escolinha de futebol de sua propriedade na capital de Goiás, Sandro Goiano confia que o Papão pode arrancar a vaga na Série B superando todas as adversidades que venham surgir dentro e fora de campo. “Acredito que se jogar com garra, com determinação e com muita força de vontade, o Paysandu tem tudo para fazer a ‘Batalha dos Aflitos 2’, com toda a certeza”, afirmou o ex-volante em conversa, via WhatsApp, com a reportagem.

O ex-meio-campista avalia a partida como a grande “pedreira" a ser superada pelo Papão na competição. “Será um jogo superdifícil, supercomplicado”, previu Sandro Goiano. “O Paysandu vem de três jogos com apenas um gol, que foi o do Re-Pa, e precisa fazer gol para vencer o jogo ou não tomar para ir, no mínimo, para as cobranças dos pênaltis”, observou. O ídolo da Fiel até planejou ir a Recife para ser uma voz a mais nas arquibancadas torcendo pelo Papão, mas não será possível.

“Fiz uma força para ir, mas não terá jeito de estar lá, pois apareceu um compromisso, mas vou ficar aqui na torcida pra que no ano que vem a gente dispute a Série B”, declarou. “Nunca perdi para o Náutico, ganhei a ‘Batalha dos Aflitos’ e agora quero vencer também como torcedor. Espero que dê tudo certo”, finalizou o ex-volante, que também atuou pelo Sport-PE, entre outros clubes.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS