Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

ENTREVISTA 

Neto Baiano encarra derrota na estreia mas se mostra otimista para ajudar o Leão a subir

domingo, 04/08/2019, 09:28 - Atualizado em 04/08/2019, 10:40 - Autor: Matheus Miranda de Oliveira


Neto Baiano tem a fama de ser o “Artilheiro do Nordeste” e agora quer incluir mais o Norte nessa alcunha.
Neto Baiano tem a fama de ser o “Artilheiro do Nordeste” e agora quer incluir mais o Norte nessa alcunha. | Fernando Araújo/Diário do Pará

Na semana passada, o Clube do Remo fechou o seu elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. Da última leva de contratados, dois atacantes: o ponta-esquerda Wesley e o centroavante Neto Baiano, 38ª e 39ª aquisição para o plantel. Enquanto que o velocista chega para ocupar a lacuna deixada pelo meia-atacante Carlos Alberto, afastado por questões de saúde; no caso do pivô, a missão é mais ampla, já que Neto Baiano desembarca ao Baenão com o objetivo de quebrar a sina recente dos postulantes à camisa 9. Apenas em 2019, a lista é grande.

ASSISTA AO VIVO AOS JOGOS DE REMO E PAYSANDU NA SÉRIE C DO BRASILEIRÃO DE GRAÇA POR 1 MÊS. APROVEITE O LANÇAMENTO DO DAZN BRASIL!

Seis jogadores revezaram na função (Mário Sérgio, David Batista, Edno, Marcão, Alex Sandro e Emerson Carioca), mas a maioria pipocou nas oportunidades obtidas, o que inclusive, ocasionou em dispensas do elenco. Emerson Carioca foi o único que caiu nas graças da torcida, no entanto, mais pelo papel coletivo do que propriamente no quesito bola na rede.

Mesmo com o vacilo nessa rodada, ao tomar um sacode do Tombense-MG, por 2 a 0, em casa, o Remo ainda possui chances de participar, de forma inédita desde que voltou a figurar na Terceira Divisão, da etapa eliminatória (mata-mata).

Assim, a diretoria de futebol ratifica que um reforço de peso é essencial, tanto pela contribuição em campo como no fator vestiário, desse modo, o nome de Neto Baiano é ideal para tal perfil. “Ele é um jogador rodado e vitorioso. Era um namoro antigo entre o atleta e o clube. É um reforço que vai nos ajudar a buscar o nosso objetivo. Uma liderança e está comprometido com o objetivo do Remo, que é o mais importante”, relatou o presidente Fábio Bentes.

Calejado no esporte, pelo qual é reconhecido nacionalmente pelo título de “Artilheiro do Nordeste”, Neto Baiano quer juntar, agora, o poder do acarajé com o açaí, e provar que além de ser “barril dobrado” – gíria baiana que dentre os seus significados pode ser o famigerado “diferenciado”-, em terras paraenses quer ser “porreta” também, apesar da sua estreia não ter sido seguida de uma vitória. Confira a entrevista do jogador abaixo!

P – Com base nos seus números, não é à toa o seu reconhecimento como “Artilheiro do Nordeste”. A vinda ao Remo é vista como uma oportunidade para ampliar o seu legado e ser reconhecido agora em outra região?

R - Eu acho que o Remo tem dois camisas 9 no elenco (Carioca e Marcão). Eu chego para somar. Tem fase na vida, né? E eu vim para fazer história aqui no Remo, senão, nem viria. Como falei antes, na vida tem que ter desafio e buscar sempre vencê-los. Vim para fazer gols, que é o que eu sei fazer e me dedico. Aqui no Remo, que é um grande clube, tenho certeza que vou construir uma bela história ao lado desse clube com muitos gols e, se Deus quiser, com títulos.

P – Você chega ao elenco em um momento onde já existe uma base montada e justamente na fase final desta etapa classificatória da Série C. Como é brigar pelo espaço, embora seja favorito para assumir a posição, com o avanço do time adiado após a derrota na rodada passada?

R – Eu enxergo da mesma forma que fiz durante toda a minha carreira: com muita humildade e respeito aos meus companheiros. Sei da qualidade de todos e, se estão em um clube como o Remo, é porque tem capacidade de defender esse grande clube. Vou procurar o meu espaço e a decisão é do treinador. O meu objetivo aqui é somar com o grupo, e principalmente levar o Remo à Série B. Foi por isso que eu vim para cá. Eu vim para o clube certo.

P – Do atual elenco, você já jogou com o meia Eduardo Ramos e o volante Yuri, ambos titulares da onzena e peças fundamentais na escalação da comissão técnica. Por ser novato, esse parâmetro pode beneficiar o seu entrosamento, já que o Remo possui apenas três jogos pela fase de grupos?

R – Joguei com eles, daqui são os que eu tenho mais amizade. Com o Eduardo joguei no Vitória e foi o ano em que fiz mais gols. Também não tinha como, né? Ele dispensa comentários. Com Yuri joguei no CRB e no Goiás. Espero fazer grandes amizades, e amizades boas é quando estamos vencendo, porque aí pode rolar até um churrasquinho depois.

P – Embora o Remo ainda esteja na luta em busca de uma vaga para a fase decisiva da Série C, em caso de uma classificação ao mata-mata, para você que possui experiência nesse tipo de etapa, como agregar no coletivo, já que a vitória dupla no primeiro mata-mata já garante o acesso?

R – Mata-mata é jogo difícil, decisivo. Jogo que temos que ter experiência, saber jogar fora e saber jogar em casa. No mata-mata eu sempre tive sorte, graças a Deus eu sou um cara vencedor, espero passar isso para os meus colegas. Se Deus quiser, vamos atingir os nossos objetivos. Podem contar comigo que eu vim para o Remo para ajudar e fazer gols.

Neto Baiano retrospecto 

Temporada 2019 

Clube: Vitória

Jogos: 17

Gols: 1

Temporada 2018

Clube: CRB

Jogos: 53

Goals: 23

Temporada 2017

Clube: CRB

Jogos: 55

Goals: 13

Temporada 2016

Clube: CRB

Jogos: 47

Goals: 13

Temporada 2015

Clube: Criciúma/Vitória 

Jogos: 23/17

Goals: 3/6






Neto Baiano tem a fama de ser o “Artilheiro do Nordeste” e agora quer incluir mais o Norte nessa alcunha.
Neto Baiano tem a fama de ser o “Artilheiro do Nordeste” e agora quer incluir mais o Norte nessa alcunha. | Fernando Araújo/Diário do Pará
Centroavante baiano destaca amizade e entrosamento com Yuri e Eduardo Ramos para facilitar adaptação ao Remo
Neto Baiano tem a fama de ser o “Artilheiro do Nordeste” e agora quer incluir mais o Norte nessa alcunha. | Fernando Araújo/Diário do Pará

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS