Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

JOGOS RESTANTES

Otimismo com cautela dá o tom do momento na Curuzu

sexta-feira, 26/07/2019, 08:40 - Atualizado em 26/07/2019, 08:40 - Autor: Onildo de Melo Lima


Dos jogos que restam ao time na Série C até a 18ª rodada, quando a primeira fase será encerrada, o Paysandu terá como adversários equipes sobre as quais obteve bons e maus resultados nos jogos de ida. O principal deles, sem dúvida, ocorreu no clássico Re-Pa, considerado um divisor de águas, para o Lobo. E realmente isso aconteceu. Desde a vitória, por 1 a 0, diante de seu maior rival, o Clube do Remo, o Papão deu novo rumo à sua caminhada na Série C do Brasileiro, afastando, em parte, o clima ruim que tomava conta da Curuzu.

Bicolores seguem na briga para chegar ao mata-mata da Série C

Paysandu inicia preparativos para 'operação vitória' na Série C

A partida de volta contra o Leão será a última rodada da disputa e, mais uma vez, poderá ser decisiva, desta vez valendo, quem sabe, uma vaga nas quartas de final do Brasileiro. Diante dos demais futuros adversários do time, o Papão só perdeu para o Boa Esporte-MG, contra quem jogará na próxima segunda-feira (29), no Mangueirão. Em Varginha, o time bicolor caiu por 2 a 0, reabilitando a equipe mineira, que não vencia, na época, há dois meses, na competição nacional.

Os outros adversários são o São José-RS, Atlético-AC e Luverdense-MT. Nos confrontos de ida, curiosamente, ocorreram empates, dois deles em Belém, frente à equipe gaúcha (1 a 1) e mato-grossense (0 a 0), enquanto diante do representante acreano, lanterna da disputa, a igualdade no marcador (1 a 1) aconteceu em Rio Branco, capital do Acre. Os jogos de volta, portanto, contra o Boa, Atlético e Clube do Remo serão em Belém, com São José e Luverdense recebendo os bicolores em seus respectivos redutos.

CONFIANÇA

Otimismo é a palavra de ordem entre os jogadores, comissão técnica e, principalmente, entre os torcedores do Paysandu quanto a classificação do time à segunda fase da Série C do Brasileiro, em que pese o time estar, hoje, fora do G4 da competição nacional.

O Paysandu só não está hoje entre os quatro melhores times por causa de um problema que o persegue desde o começo do campeonato: a falta de gols.

O Clube do Remo, 5º colocado, também com 19 pontos, leva vantagem no saldo de gols - 3 a 1 - primeiro critério de desempate. Vencendo o Boa Esporte, na segunda-feira que vem, o Papão reúne amplas chances de retomar uma vaga na parte de cima da tabela.

CLASSIFICAÇÃO E SUAS RAZÕES

PARA CONFIAR

1 - O time vem, desde o início do campeonato, com raras exceções, dentro ou próximo do G4, como acontece neste momento, quando o grupo bicolor é o 5º colocado, com 19 pontos, mesmo número do 4º colocado, o rival, Clube do Remo, que tem vantagem no saldo de gols, primeiro critério de desempate.

2 - O Paysandu tem sido eficiente jogando fora de casa e ainda fará dois jogos como visitante, enfrentando São José-RS e Luverdense-MT.

3 - A solidificação do setor de defesa do time bicolor inspira confiança. A equipe tem, hoje, o melhor setor defensivo entre os 20 clubes participantes do campeonato. Em 13 partidas, o Papão sofreu apenas 6 gols.

4 - Dos adversários que serão enfrentados pelo time bicolor na sequência da competição, apenas São José-RS, líder, e Clube do Remo. Os demais estão fora do G4.

5 - A própria torcida bicolor é apontada como um peso favorável ao Paysandu. A Fiel poderá fazer a diferença nos jogos que o time fará dentro de casa, exceto diante do Clube do Remo, quando as forças nas arquibancadas são sempre equilibradas. Os demais oponentes não possuem grandes torcidas.

PARA DESCONFIAR

1 - Em 13 partidas, o Papão marcou a mísera marca de apenas 7 gols.

2 - O Papão entra na reta final da primeira fase do campeonato sem ter ainda um meia de ligação de qualidade, capaz de encostar no ataque para ajudar no aumento da produção de gols.

3 - Embora a maioria dos próximos adversários do time tenha campanha apenas regular ou fraca na disputa, o Papão terá, também, duas partidas que se prenunciam das mais difíceis contra o São José-RS e o Clube do Remo. O primeiro é líder do Grupo B. Já no caso do Remo trata-se de clássico com resultado imprevisível.

4 - Contusões e suspensões indesejáveis são sempre adversários extras que os times costumam enfrentar ao longo das competições.

5 - A possibilidade de resultados adversos em seus primeiros jogos dos cinco que lhe restam no campeonato poderá fazer com que o time perca um de seus principais aliados na briga pelo retorno à Série B do Brasileiro: sua grande torcida. Resultados negativos costumam ser desestimulantes ao torcedor, que acaba deixando de ir ao estádio.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS