Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

REFORÇO NA ÁREAREFORÇO NA ÁREA

Paysandu tem esperança renovada com chegada de novo nome

quarta-feira, 24/07/2019, 09:59 - Atualizado em 24/07/2019, 11:41 - Autor: Onildo de Melo Lima


Hygor Garcia será mais um a tentar fazer com que o setor ofensivo bicolor funcione
Hygor Garcia será mais um a tentar fazer com que o setor ofensivo bicolor funcione | Williams Aguiar / Sport

A lista de atacantes contratados pelo Paysandu não para de crescer. Ontem, o clube recebeu mais um jogador da posição, o 13º do ano, que chegou à Curuzu como a nova esperança de gol para a Fiel, que perde a cada partida do time a confiança nos jogadores da posição. Trata-se de Hygor Garcia, de 26 anos, natural da cidade de Franca, interior de São Paulo. O jogador esteve na Curuzu, mas falou apenas rapidamente com a imprensa. O atleta não traz um currículo dos mais animadores, visto que pelos seus últimos clubes - Ferroviária-SP, Juventude-RS e Sport-PE, em 8 jogos não fez um só gol.

Time bicolor não tem estufado as redes adversárias como deveria

Hygor, de 1,86m, 77 quilos, também já atuou no futebol da Coreia do Sul, onde defendeu o Suwon Bluewings, na temporada 2016, fazendo três jogos e nenhum gol. Repatriado, o jogador teve a sua melhor fase na Ferroviária, de Araraquara, quando marcou 15 gols em 36 partidas em 2017. O atleta começou a carreira no Francana, de sua cidade de origem, passando depois pelo Barretos-SP e Botafogo-SP, entre outros clubes brasileiros, todos de porte médio.

Em um breve bate-papo com a imprensa, o atacante informou que nunca trabalhou sob o comando do técnico Hélio dos Anjos. “Essa será a primeira vez”, declarou o atleta, que deverá ser apresentado ao longo da semana à imprensa juntamente com Tomas Bastos, meia também recém-contratado pelo Papão. O jogador explicou ainda de onde estava vindo e em que condições estava chegando à Curuzu. “Estava na Ferroviária e estou vindo por empréstimo”, detalhou.

Na segunda-feira, o presidente Ricardo Gluck Paul já havia antecipado ao DIÁRIO a chegada do jogador. O dirigente também deixou no ar a possibilidade do Paysandu seguir monitorando o mercado da bola, podendo acertar com algum outro atleta, que fecharia o ciclo de aquisições do clube. “De repente aparece algum atleta interessante e que esteja dentro de nossas condições financeiras”, disse. Os clubes participantes da Série C do Brasileiro, caso do Papão, têm até o início da 15ª rodada, dia 1º de agosto, condições de registrar novos jogadores para a disputa da competição.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS