Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

SÉRIE C

Remo repete sequência de seis jogos sem vencer do ano passado este ano também

segunda-feira, 22/07/2019, 08:13 - Atualizado em 22/07/2019, 08:21 - Autor: Matheus Miranda de Oliveira


Mimica quer esquecer pênalti polêmico do empate do jogo passado para se concentrar na próxima rodada
Mimica quer esquecer pênalti polêmico do empate do jogo passado para se concentrar na próxima rodada | Pedro Guerreiro/Arquivo

“Os seus problemas você deve esquecer. Isso é viver, é aprender: Hakuna Matata”, o trecho da clássica música do filme O Rei Leão de 1994, que foi readaptado para os cinemas com estreia mundial na semana passada, por ser uma filosofia de tranquilidade e, consequentemente, zero problema, poderia estar sendo cantada por todos os membros do Clube do Remo (jogadores, comissão técnica e torcida) se o time tivesse quebrado a sequência ruim sem vitórias na Série C, na última sexta-feira (19), contra o Ypiranga-RS. A partida, que encerrou em 1 a 1, foi o sexto jogo enfileirado que a equipe não triunfou. A marca sem nenhum resultado positivo, aliás, recupera outra música fundamental da película: “Ciclo sem fim”, já que o Leão Azul com o empate nesta rodada, deu mais uma volta conhecida na competição ao igualar a sua pior marca desde que retornou à Terceira Divisão, sem somar três pontos.

A temporada em ocasião foi a do ano passado, quando o time também ficou durante seis jogos sem vencer, o que o colocou na zona da degola. A diferença são os resultados: em 2018 foram cinco derrotas e um empate, enquanto que neste ano são duas derrotas e quatro empates. No entanto, a consequência, no atual contexto, é similar. Em caso de um triunfo do maior rival, os azulinos podem deixar o G4 pela primeira vez nesta fase classificatória, algo que preocupa, já que restam apenas cinco jogos para o fechamento desta etapa.

Inconformados com o resultado no jogo passado, o que poderia ter deixado o clima mais leve, caso não houvesse a interferência da arbitragem, no entanto, os jogadores do time destacaram que a situação já está no passado e o foco agora é total no Atlético-AC, rival do próximo sábado (27), no Florestão.

RECUPERAÇÃO

A exemplo de O Rei Leão, baseado no enredo de superação de Simba em retomar o seu trono por direito, o zagueiro Mimica, ponderou que, assim como o protagonista ainda filhote, em outras palavras, pelas bandas do Baenão, que o se quer é ser “Rei” (vitorioso). “Temos que botar a cabeça no lugar, não fizemos uma partida ruim, mas demos muito espaço para eles. Se não tivéssemos dado, não teria acontecido o lance. Mas é virar a página, trabalhar bem na semana e vencer o Atlético-AC. Temos que somar em cima deles e ficar no topo”, disse. Que a vitória seja o próximo “Relatório Matinal”!

REMO SEM VITÓRIA

- Temporada 2018 / Série C

6ª rodada: Remo 0 x 3 Confiança

7ª rodada: ABC 2 x 1 Remo

8ª rodada: Remo 0 x 1 Salgueiro

9ª rodada: Náutico 3 x 2 Remo

10ª rodada: Remo 2 x 2 Atlético-AC

11ª rodada: Globo 3 x 1 Remo

- Temporada 2019 / Série C

8ª rodada: São José 1 x 0 Remo

9ª rodada: Remo 0 x 1 Paysandu

10ª rodada: Boa Esporte 2 x 2 Remo

11ª rodada: Remo 0 x 0 Juventude

12ª rodada: Remo 2 x 2 Luverdense

13ª rodada: Ypiranga 1 x 1 Remo

Trio volta para próximo duelo

Fredson (foto), Daniel Vançan e Emerson Carioca estão à disposição do técnico Márcio Fernandes
Fredson (foto), Daniel Vançan e Emerson Carioca estão à disposição do técnico Márcio Fernandes Fernando Araújo
 


Para o jogo contra o Atlético-AC no próximo sábado (27), fora de casa, o Leão terá o retorno de três dos quatro jogadores que ficaram de fora da última partida. São eles: o zagueiro Fredson, o ala-esquerdo Daniel Vançan e o atacante Emerson Carioca. No caso de Carioca, a volta é vista com bons olhos, como opção direta para o decorrer do jogo ou até mesmo para iniciar na onzena titular pelo sistema que o treinador Márcio Fernandes tenta colocar, sem a necessidade de um homem fixo de referência.

O técnico comentou sobre o assunto. “Temos que mirar no futuro e tentar consertar o que não conseguimos fazer. Algumas peças vão estar à disposição novamente e achamos que isso pode dar aquele gás como opção para nós”, destacou.

Fernandes ainda reiterou que é necessário mais atenção do time. “Poderíamos ter feito dois gols ali no jogo (contra o Ypiranga). Fizemos uma boa partida ao meu ver, pelas circunstancias, pelas ausências, mas a gente precisa trabalhar ainda mais para que possamos ter mais sequências nesse tipo de lance de gol e fazer a coisa certa”, pontuou sobre o empate de sexta-feira passada em 1 a 1.

Mimica quer esquecer pênalti polêmico do empate do jogo passado para se concentrar na próxima rodada
Mimica quer esquecer pênalti polêmico do empate do jogo passado para se concentrar na próxima rodada | Pedro Guerreiro/Arquivo
Fredson (foto), Daniel Vançan e Emerson Carioca estão à disposição do técnico Márcio Fernandes
Mimica quer esquecer pênalti polêmico do empate do jogo passado para se concentrar na próxima rodada | Pedro Guerreiro/Arquivo

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS