Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

CUSPINDO FOGO

Márcio Fernandes detona arbitragem e dirigente quer explicação da CBF

sexta-feira, 19/07/2019, 23:22 - Atualizado em 19/07/2019, 23:22 - Autor: Redação


| Samara Miranda / Remo

Revolta. Este foi o sentimento dentro dos vestiários do Clube do Remo após o empate em 1 a 1 contra o Ypiranga-RS, nesta sexta-feira (19), pelo Campeonato Brasileiro da Série C.

O técnico Márcio Fernandes cobrou da arbitragem após o fim da partida no gramado do estádio Colosso da Lagoa e nos vestiários. “Poderíamos sair sim com a vitória, mas esse erro foi crucial. Ele inventou esse pênalti e pela segunda vez o Remo foi garfado pela arbitragem”, desabafou.

Sobre o jogo, o treinador elogiou a postura da equipe e lamenta mais um jogo sem vencer na competição. “Poderíamos ter feito o gol num lance com Eduardo que errou a finalização. Time foi bem e agora vamos pensar no Atlético-AC para buscar a vitória”.

Não era somente o treinador que estava indignado com Djalma Alves Filho. O presidente do Remo, Fábio Bentes irá até a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cobrar uma atitude após erros contra o time azulino.

“É o segundo jogo que fomos prejudicados. Teve um pênalti não marcado em Belém contra o Luverdense-MT e agora mais uma vez. Vou pessoalmente na CBF cobrar árbitro de qualidade porque esses que estão apitando são uma brincadeira”.

A delegação azulina chega em Belém na noite deste sábado (20), onde já pensa no Atlético-AC, próximo adversário na Série C.

E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS