Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

INDISCIPLINA

Hélio comenta casos de jogadores afastados do elenco

quinta-feira, 18/07/2019, 08:54 - Atualizado em 18/07/2019, 08:54 - Autor: Onildo de Melo Lima


O técnico Hélio dos Anjos assegurou, na coletiva que deu à imprensa, que em nenhum momento chegou a ser cobrado pelos atacantes Pimentinha e Paulo Rangel, que foram afastados do elenco do Paysandu, após se mostrarem descontentes com a condição de reservas do time. O comandante bicolor foi além, assegurando que caso isso tivesse ocorrido, ele não cederia à pressão dos atletas. “O dia em que eu trabalhar no Paysandu ou em qualquer outro clube e qualquer jogador exigir regalia pra mim não serve. Não trabalho dessa forma”, declarou Hélio.

O treinador contou ter conversado com Pimentinha e que, na ocasião, o jogador chegou a se comprometer em seguir trabalhando e buscando a titularidade na equipe. “A última vez em que conversei com o Pimentinha, ele apertou a minha mão, assumindo um compromisso comigo e com o grupo. No momento que eu achei que deveria conversar com ele. Esse compromisso não foi cumprido por parte dele”, revelou o técnico, assegurando que nunca decidiu previamente titularidade para nenhum dos atletas do elenco.

“Nunca defini titularidade pra ninguém”, disse Hélio. “Então não tem compromisso nenhum. Se algum outro (treinador) teve esse compromisso com eles, problema deles, agora comigo realmente não teve nenhum compromisso”, salientou o técnico, informando, em seguida, ter tido duas conversas com Pimentinha e que com Paulo Rangel não chegou a ter contato fora dos treinos. “Com o Paulo nem me procurar para conversar o que estava acontecendo ele me procurou”, informou Hélio, afirmando não aceitar interferência em seu poder de mando. “Nunca abri mão de ser o único a decidir”, concluiu.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS