Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Pará

AINDA RENDE

Elenco bicolor tem dia de explicação e lavagem de roupa suja

quarta-feira, 17/07/2019, 08:08 - Atualizado em 17/07/2019, 08:12 - Autor: Onildo de Melo Lima


Ataques de Paulo Rangel ao Paysandu foram rebatidos, ontem, pelos bicolores
Ataques de Paulo Rangel ao Paysandu foram rebatidos, ontem, pelos bicolores | Jorge Luiz/PSC

A sala de imprensa da Curuzu ficou pequena para receber tantos entrevistados do Paysandu nesta terça-feira (16). A direção do clube resolveu levar para o local todos os jogadores do elenco, além dos membros da comissão técnica e do executivo de futebol, Felipe Albuquerque, para rebater as declarações do agora ex-jogador do clube, Paulo Rangel que, na semana passada, fez pesadas críticas à diretoria e ao técnico Hélio dos Anjos. Paulo Rangel postou na rede social denúncias da existência de “panelinhas” dentro do elenco do clube e ainda afirmou que para jogar com a camisa do Papão é preciso “pagar 10%.”

Paulo Rangel é demitido após citar ‘panelinha’ e criticar treinador e diretoria do Paysandu

Paulo Rangel desabafa citando 'panela' e deve ser dispensado pelo Paysandu

Paulo Rangel manda torcedor para 'aquele lugar' após ser cobrado na internet

O primeiro a falar foi Albuquerque, que teria sido, conforme se suspeita, o principal alvo das críticas de PR9, como é apelidado o atacante. “É uma nova era, as pessoas podem falar o que quiser nas redes sociais. Como diria Umberto Eco (filosofo italiano já falecido) a internet deu voz aos idiotas”, disparou o cartola, que classificou a manifestação do atleta como “muito infeliz” pelo fato de PR9 não ter sido, nas palavras do dirigente, “um cara frontal.”

DESLIGAMENTOS

O executivo explicou que o contrato do atleta com o Papão vai até o dia 10 de outubro, mas que a rescisão de contrato já está sendo tratada pelo Departamento Jurídico. Ele também aproveitou para falar sobre a questão da saída do, também, atacante Pimentinha, outro que se rebelou, negando-se a viajar para o jogo contra o Tombense-MG, em Minas Gerais.

“Com o Pimentinha é uma solução mais complexa, pelo fato dele ser um atleta cedido. Só conseguimos devolver esse atleta com a anuência do Botafogo-SP”, detalhou Albuquerque. “Existe a pré-disposição dele em ceder e o Botafogo já sinalizou positivamente em recebê-lo”, explicou. A expectativa na Curuzu é de que por todo o restante da semana tanto PR9 como Pimentinha estejam definitivamente desligados do clube.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS