Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
NOCAUTE

Lutador morre durante luta clandestina; veja o vídeo!

O lutador levou vários golpes na cabeça e não resistiu

segunda-feira, 26/04/2021, 13:34 - Atualizado em 26/04/2021, 13:34 - Autor: Com informações do portal UOL


O lutador não aguentou a sequência de socos
O lutador não aguentou a sequência de socos | Reprodução

Quem poderia imaginar que, ao participar de um evento clandestino, em plena pandemia do novo coronavírus, resultaria em uma tragédia? A irresponsabilidade na organização de eventos ainda "corre solta" em vários locais pelo País. 

Um evento clandestino de boxe terminou em morte, na madrugada do último domingo (25), em Teresina-PI. Durante o confronto no ringue, um dos lutadores passou mal ao receber vários golpes na cabeça

Chris Weidman quebra perna como Anderson Silva; assista!

Jonas de Andrade Carvalho Filho, 34 anos, conhecido como Guerreiro da Luz, foi socorrido em um hospital da capital piauiense, mas não resistiu. Jonas foi retirado do ringue e socorrido pelos organizadores da luta. O momento foi filmado, e os vídeos circulam nas redes sociais. Veja!

O lutador deu entrada no Hospital do Buenos Aires, em Teresina. Segundo a unidade de saúde, o lutador chegou em estado grave. Ainda de acordo com o hospital, Jonas teve uma parada cardíaca devido à gravidade de uma lesão craniana. O evento amador ocorreu na Academia Fundo de Quintal e teve início na noite do sábado no bairro Itaperu. O confronto, que reuniu dezenas de pessoas, a maioria sem máscaras, desobedeceu medidas de combate ao novo coronavírus. Nos fins de semana, só estão autorizadas a operar atividades consideradas essenciais no Piauí.

O proprietário do espaço, José Cláudio, disse que o evento foi um evento teste. Embora as imagens mostrem que muitas pessoas assistiam às lutas, José Cláudio negou que houve aglomeração. "Estavam somente os parentes dos lutadores", disse o organizador. O estoquista Evandro Azevedo testemunhou a luta e contou à reportagem que também estava lá para lutar.

"Foi um encontro que a gente se inscreveu para lutar. Inclusive, o rapaz que morreu pagou R$ 1 mil para o oponente. Para que pudesse lutar com ele", explicou. "O outro lutador era bem superior e forte. O rapaz levou muito golpes diretos na cabeça. Ficou tonto, e o árbitro parou a luta. Ele já sentou no canto do ringue e pediu ajuda", concluiu Evandro. Procurada pela reportagem, a Federação Piauiense de Boxe Amador e Profissional confirmou que a luta era clandestina. A entidade afirmou que não organiza eventos desde o início da pandemia. A morte de Jonas de Andrade já está sob o conhecimento da Polícia Civil do Piauí. A corporação confirmou ao UOL que já deu início a uma investig.

Lutador de MMA morre no PSM da 14 após ser esfaqueado 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS