Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Brasil

COPA VERDE

Sob olhar de Itamar Schülle, Paysandu encara Manaus no DF

Comandado ainda por Aylton Costa, garotada bicolor ganha chance no time titular pelas quartas de final da competição interregional, hoje, contra o Manaus.

quarta-feira, 03/02/2021, 10:44 - Atualizado em 03/02/2021, 10:45 - Autor: Tylon Maués


| Marlon Costa/Pernambuco Press

Um dia após o aniversário de 107 anos, o Paysandu entra em campo para o primeiro jogo das quartas de final da Copa Verde 2020. O jogo, fora de casa, será contra o Manaus-AM, mas o palco é bem longe da capital amazonense. Por conta da gravidade da pandemia no estado do Amazonas, a partida das 16h de hoje será no estádio Bezerrão, em Gama (DF).

Por conta da reformulação do elenco, dos 18 jogadores que viajaram ontem na delegação bicolor, onze foram criados nas categorias de base do clube: os goleiros Adailton e Paulo Ricardo; o lateral-direito: Yuri; o lateral-esquerdo Diego Matos; o zagueiro Kerve; os volantes Alan Calbergue, Fernando Portel e Mateus Lopes; os meias Júlio Cezar e Rikelton; e o atacante Flávio.

Será um time majoritariamente de garotos, com alguns remanescentes como Bruno Collaço, Marlon, Nicolas e Perema, zagueiro que assinou ontem a renovação de contrato com o clube (ver matéria ao lado). Em Brasília, os atletas serão apresentados a Itamar Schülle, treinador contratado e que hoje deve ficar apenas observando a partida. Ainda assim, o técnico interino, Aylton Costa, comentou que deve ter conversas com o treinador sobre o time que vai a campo logo mais.

“Vamos conversar com o Itamar e vou esperar pelas opiniões dele, também. A renovação é gradativa, mas nossa média de idade é bem mais baixa, mas é um grupo que vinha jogando junto e tem experiência de Campeonato Brasileiro de Aspirantes”, disse. “As mudanças estão sendo feitas aos poucos. Tem que ser assim porque qualquer mudança traz dificuldades, independentemente da falta de entrosamento. A gente vem tentando diminuir essas dificuldades desde que iniciamos os treinos. Eu acompanho esses garotos desde os 15 anos e eles estão acostumados a disputar competições importantes. Temos também que dar confiança a eles nesse desafio”, completou Aylton.

E MAIS...

- O jogo de hoje é em campo neutro, mas as dificuldades são bem maiores do que foi diante do Galvez-AC. Paysandu e Manaus-AM são ambos da Série C e passam por um processo de renovação, com a diferença de que a do Gavião do Norte iniciou bem mais cedo e não é calcada na utilização de garotos da base. Técnico do Paysandu até hoje, Aylton Costa sabe que terá um time com muitos garotos que acabaram de subir da base, mas mostra confiança em quem vai estar em campo. “Respeitamos qualquer equipe. Mas quem joga no Paysandu, jovem ou não, tem a responsabilidade dessa camisa e de buscar vencer sempre”.

- Mesmo com o momento de reformulação na Curuzu, o técnico do Manaus, Luizinho Vieira, prega cautela para o confronto. “Os atletas (do Paysandu) que vão iniciar o jogo ou entrar no decorrer do jogo são atletas com qualidade. O time atravessa um momento de transição em relação ao comando técnico e tático. Mas geralmente o pessoal da comissão permanente tem muita capacidade para montar uma boa equipe. Existe o maior respeito possível, como também tenho certeza que vão nos respeitar”. Paysandu e Manaus se enfrentaram quatro vezes até aqui em partidas oficiais. Na Série C do ano passado, o time amazonense venceu em casa e empatou em Belém. Em 2018, pela Copa Verde, o Paysandu venceu os jogos de ida e de volta.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS