Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Brasil

INGRATIDÃO?

Palmeiras viaja para o Mundial e deixa herói da Libertadores de fora

Mesmo tendo sido o responsável pela conquista alviverde, Breno Lopes não poderá atuar no Qatar.

quarta-feira, 03/02/2021, 10:26 - Atualizado em 03/02/2021, 10:25 - Autor: Com informações da ESPN e GOAL


| Reprodução

Nos últimos dias, a Fifa confirmou os elencos dos seis times que disputarão o Mundial de Clubes de 2020. A grande surpresa é a ausência de Breno Lopes no elenco do Palmeiras. O autor do gol do título da Libertadores não poderá jogar.

Contratado em novembro, após o fechamento da janela internacional de transferências, Breno Lopes foi impedido de ser inscrito pelo Alviverde no Mundial. Na ocasião, era possível negociar apenas jogadores que atuavam dentro do país. Antes de assinar com o Palmeiras, o herói da Libertadores jogava a Série B pelo Juventude.

O atacante podia disputar a Libertadores normalmente pois a Conmebol abriu inscrição de jogadores na segunda fase e aceitava atletas contratados fora do período da janela internacional de transferências.

A situação de Breno Lopes não é inédita. Em 2017, Cícero, autor do gol do Grêmio no jogo de ida da final da Libertadores contra o Lanús, não esteve na relação de jogadores do Tricolor Gaúcho pelo mesmo motivo: foi contratado após o fechamento da janela internacional.

Breno Lopes afirmou que ficou surpreso ao saber que não poderia disputar o Mundial de Clubes. Em entrevista à ESPN Brasil, o atacante ainda afirmou que quer viajar para o Qatar e acompanhar a delegação palmeirense na disputa de mais um título.

"Fui pego de surpresa. Hoje cedo cheguei no clube e recebi mensagem da minha irmã. Ela estava acompanhando as notícias e me perguntou o que tinha acontecido. Me perguntou por que eu não ia para o Mundial. Eu não entendi também. Disse para ela que a gente ia viajar já amanhã. Ela me disse que a TV estava dando a notícia que eu estava fora", disse o jogador no programa "BB Debate".

"Logo em seguida que falei com minha irmã, o diretor do Palmeiras me chamou e me explicou essa situação. Fiquei muito triste, mas acho que vou conseguir viajar com a delegação. Ao menos vou estar ali passando energia positiva para os jogadores e buscar esse título também", concluiu.

Diferentemente da competição continental, quando 50 jogadores foram inscritos, a Fifa permite apenas 23 atletas por equipe. Desta forma, alguns garotos da base palmeirense que foram utilizados ao longo da temporada ficaram de fora do torneio. Welesy, que ainda se recupera de lesão no joelho, segue fora do time.

Em busca de um título inédito, o Palmeiras viajará para o Qatar com 23 inscritos e mais cinco jogadores "extras":

- Goleiros: Weverton (1), Jailson (22) e Vinicius Silvestre (24)

- Laterais: Marcos Rocha (2), Mayke (12) e Matías Viña (17)

Zagueiros: Gustavo Gómez (15), Luan (13), Alan Empereur (6), Emerson Santos (3) e Kuscevic (4)

Volantes: Danilo (28), Patrick de Paula (5), Felipe Melo (30), Gabriel Menino (25) e Zé Rafael (8)

Meias: Raphael Veiga (23), Gustavo Scarpa (14) e Lucas Lima (20)

Atacantes: Luiz Adriano (10), Rony (11), Willian (29), Gabriel Veron (27)

Renan, Lucas Esteves, Wesley e Gabriel Silva também viajam ao Qatar - a intenção do clube é deixá-los de sobreaviso para o caso de alguma lesão e até para completar os treinos. O quinto jogador é justamente Breno Lopes. O Palmeiras optou por levar o herói do título para que ele viva o clima de Mundial com seus companheiros, mesmo sem a possibilidade de jogar.

A estreia do Alviverde no Mundial de Clubes acontece já no próximo domingo, 7 de fevereiro, às 15h30 (de Brasília) contra o vencedor do duelo entre Tigres-MEX e Ulsan-COR.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS