Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Brasil

FASE COMPLICADA

São Paulo empata com Coritiba e chega a sete jogos sem vencer

Time paulista vem em uma séria de derrotas e empates entre jogos nacionais e pela Libertadores, da qual foi eliminado.

domingo, 04/10/2020, 18:54 - Atualizado em 04/10/2020, 19:06 - Autor: FOLHAPRESS


São Paulo e Coritiba não saíram do 1 x 1 neste domingo.
São Paulo e Coritiba não saíram do 1 x 1 neste domingo. | Reprodução/Instagram

O São Paulo voltou a jogar mal e não passou de um empate por 1 a 1 com o Coritiba neste domingo (4), em partida disputada no estádio Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a equipe tricolor completou o sétimo jogo seguido sem vitórias, entre compromissos pelo Nacional e pela Libertadores, competição da qual foi eliminado na última quarta-feira ainda na fase de grupos.

A queda precoce no torneio continental, somada à pressão da torcida não foram suficientes para motivar o time de Fernando Diniz a apresentar um futebol mais competitivo, que pudesse resultar em uma vitória. Os gols da partida deste domingo foram marcados por Robson, de falta, e Reinaldo, de pênalti.

Durante a partida, o time do Morumbi ainda teve outros dois gols anulados pelo árbitro após intervenções do VAR. Na etapa inicial, Luciano balançou as redes, mas um impedimento na origem da jogada provocou a anulação do gol.

Depois do intervalo foi a vez de Brenner ficar com um rebote dentro da área, mas ele também estava em posição de impedimento, apontado pelo auxiliar de campo e confirmado depois pelo VAR, aos 15 minutos.

À essa altura, com exceção ao lance de Luciano no primeiro tempo, o São Paulo pouco criava no ataque e ainda sofria com as subidas do Coritiba, que havia aberto o placar logo aos cinco minutos de jogo, com uma bela cobrança de falta de Robson, ex-jogador do time tricolor.

À beira do gramado, o técnico Fernando Diniz passou boa parte do duelo gritando com a equipe, cobrando dos jogadores mais atenção às jogadas.

Em seu momento de maior lucidez na partida, os paulistas chegaram ao empate aos 23 minutos, quando Reinaldo converteu pênalti após o árbitro apontar toque de mão Hugo Moura, dentro da área, depois de uma cobrança de falta de Daniel Alves.

A atuação apática da equipe tricolor contrastava com a necessidade de dar uma resposta à torcida quatro dias depois de o time ter sido eliminado da Libertadores ainda na fase de grupos, após ter sido derrotado pelo River Plato (ARG), na última quarta-feira (30).

O revés na Argentina fez o São Paulo reviver um fiasco que não ocorria desde 1987, quando havia sido eliminado antes do mata-mata pela última vez.

No sábado (3), véspera da partida contra o Coritiba, um grupo de cerca de 100 torcedores esteve em frente ao centro de treinamento do clube para cobrar a diretoria, o técnico e os jogadores mais experientes do elenco, como Daniel Alves, Juanfran, Reinaldo, Tchê Tchê, Vitor Bueno, Arboleda e Pablo.

Dos sete jogadores citados, seis estiveram em campo no Couto Pereiro, todos com atuações fracas. Nem mesmo Reinaldo, autor do gol de pênalti, escapou das críticas dos torcedores nas redes sociais.

Com o resultado diante do Coritiba, o São Paulo chegou a 20 pontos, um a menos do que o Flamengo, e segue em declínio na tabela de classificação.

Na próxima rodada, a equipe comandada por Fernando Diniz vai enfrentar o Atlético-GO, em casa, na quarta-feira (7), enquanto o Coritiba encara o Grêmio, em Porto Alegre.

CORITIBA

Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Hugo Moura (Neilton), R. Martínez (Matheus Bueno), Matheus Sales, Guilherme Biro (Luiz Henrique), Gabriel (Pablo Thomaz); Robson. T.: Jorginho

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinicius), Diego Costa, Léo Pelé, Reinaldo; Tchê Tchê (Brenner), Daniel Alves, Igor Gomes (Toró), Gabriel Sara; Luciano (Trellez), Pablo (Vitor Bueno). T.: Fernando Diniz

Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Cartões amarelos: Robson e Hugo Moura (Coritiba); Juanfran, Luciano e Gabriel Sara (São Paulo)

Gols: Robson, aos 5min do primeiro tempo (Coritiba); Reinaldo, aos 24min do segundo tempo (São Paulo)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS