Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Brasil

COMPLICADO

Flu empata e mantém Botafogo na zona de rebaixamento da Série A

Resultado foi pior para o time da Estrela Solitária que fica mais uma rodada no Z4

domingo, 04/10/2020, 14:56 - Atualizado em 04/10/2020, 15:04 - Autor: FOLHAPRESS


clássico ocorreu neste domingo (4)
clássico ocorreu neste domingo (4) | Lucas Merçon / Fluminense

O clássico Botafogo e Fluminense terminou empatado em 1 a 1, neste domingo (4), pela 13ª rodada do Brasileirão. O placar, construído com um gol de Caio Alexandre e outro contra, de Kevin, não refletiu a superioridade do Alvinegro na partida. Essa foi a nona igualdade do time na atual edição do campeonato nacional.

Com o resultado, a equipe treinada por Bruno Lazaroni segue na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com 12 pontos, e acumula dez partidas sem triunfar na Série A. Já o Fluminense soma 18 pontos e ocupa a sexta posição, a primeira da zona de classificação à Libertadores.

Na quarta-feira (7), pela 14ª rodada, o Botafogo recebe o invicto Palmeiras, enquanto o Tricolor carioca viaja para encarar o Goiás.

BOTAFOGO TOMA A INICIATIVA

O primeiro momento de maior emoção na partida foi aos 11 minutos do primeiro tempo, quando Rentería aproveitou uma sobra de bola na área e bateu cruzado, obrigando Muriel a fazer uma boa defesa. Segundos depois, Kalou recebeu um passe em diagonal pela direita, bateu cruzado e, por muito pouco, não inaugurou o placar no Nilton Santos.

CAVALIERI SALVA

Dez minutos depois, foi a vez do Fluminense ter sua primeira grande chance na partida. Entretanto, a cada vez mais famosa "lei do ex" se fez presente, mesmo que de uma forma incomum. Campeão brasileiro em 2012 pelo Tricolor, o goleiro Diego Cavalieri demonstrou muito reflexo ao defender um forte cabeceio do zagueiro Matheus Ferraz após um escanteio.

FRED PROVOCA TRAPALHADA NA ZAGA DO BOTAFOGO

Pouco tempo depois, porém, o desfecho foi outro. Em outro escanteio, Fred, outro remanescente daquele Fluminense bicampeão nacional, cabeceou no gol do antigo companheiro de clube, que espalmou sobre a linha. Victor Luis chegou a salvar o gol, afastando de ombro, mas o lateral direito Kevin acabou balançando a própria rede após uma tentativa estabanada de afastar o perigo.

FILME REPETIDO

A segunda etapa se iniciou da mesma forma que a primeira: com o Botafogo no ataque, trocando bons passes, apesar de não ter criado nenhuma chance clara de gol nos primeiros minutos.

TRAVE TEIMOSA

Em busca do empate, o Botafogo criou sua primeira grande chance no segundo tempo em uma cabeçada de Marcelo Benevenuto. O travessão, porém, evitou o empate. Vale lembrar que na primeira etapa, ainda antes de o Fluminense abrir o placar, Rhuan também teve uma finalização de cabeça barrada pela trave do goleiro Muriel.

DE TANTO TENTAR...

Minutos após uma chance clara perdida por Pedro Raul, a blitz do Botafogo funcionou. Foster encheu o pé em uma cobrança de falta e, após um desvio na barreira do Fluminense, a bola "espirrou" no pé de Caio Alexandre, que igualou o marcador para o time de Bruno Lazaroni.

COLEÇÃO DE EMPATES E SECA DE VITÓRIAS

O 1 a 1 desse domingo representa o nono empate do Botafogo em 13 rodadas, fato que isola o Alvinegro como o time com mais igualdades e com menos vitórias no Brasileirão.

ESTREIA DE CAMISA

O goleiro Muriel foi o responsável por utilizar pela primeira vez a nova camisa do Fluminense, lançada na última quarta (30) tendo como inspiração a campanha "Outubro Rosa", pela prevenção ao câncer de mama.

BOTAFOGO

Diego Cavalieri, Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu, Rafael Foster e Victor Luis; Caio Alexandre, Rentería (Pedro Raul) e Rhuan (Ênio); Kalou (Warley) e Matheus Babi. Técnico: Bruno Lazaroni

FLUMINENSE

Muriel, Igor Julião, Nino, Matheus Ferraz (Digão) e Danilo Barcelos; Hudson (Caio Paulista), Dodi e Nenê; Michel Araújo, Fernando Pacheco (Yago Felipe) e Fred (Felippe Cardoso). Técnico: Odair Hellmann

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Anderson Daronco

Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Leirson Peng Martins

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira

Cartões amarelos: Michel Araújo (FLU)

Gols: Kevin (gol contra), para o Fluminense, aos 41 minutos do primeiro tempo; Caio Alexandre, do Botafogo, aos 27 minutos do segundo tempo

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS