Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Esporte / Esporte Brasil

VUADEN'S DAY

Ainda dói? Pênalti marcado por Vuaden para o Náutico contra o Papão completa 1 ano

terça-feira, 08/09/2020, 11:15 - Atualizado em 08/09/2020, 13:15 - Autor: Diário Online


"Ídolo remista": o pênalti que só Vuaden viu completa 1 ano nesta terça (08).
"Ídolo remista": o pênalti que só Vuaden viu completa 1 ano nesta terça (08). | Reprodução

O dia 8 de setembro de 2019 é definitivamente um dia para apagar da memória do torcedor bicolor. Ou, ao menos, lembrar para tentar não passar mais por isso.

Há exatamente um ano, o Paysandu vivia um dos momentos mais dolorosos de sua história, e o protagonista, foi o árbitro Leandro Vuaden, após marcar um pênalti bastante discuível a favor do Náutico-PE e contra o Papão, na decisão do acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. 

No ano passado, vários erros foram apontados em três partidas onde atuou: na decisão do Campeonato Mineiro no mês de abril, quando esteve no comando do VAR; no confronto entre Ceará e Corinthians pela Copa do Brasil; e enfim, durante a partida entre Náutico e Paysandu, nas quartas de final da Série C, após um pênalti mal marcado a favor da equipe pernambucana aos 49 minutos do segundo tempo.

Persona non grata pela metade bicolor do Estado, Leandro Vuaden interpretou o lance envolvendo dois jogadores do Paysandu na área - um cabeceou a bola no braço do outro, em lance bastante rápido e na direção contrária ao gol - como falta dentro da área. Logo, pênalti.

O Náutico empatou a partida em 2 a 2 e levou a decisão para os pênaltis, onde venceu e garantiu acesso à Série B de 2020. A decisão resultou na eliminação do Papão e a permanência por mais um ano na Série C. 

Reprodução
 

Na época, uma série de comentaristas esportivos do país todo, ex-árbitros e também analistas criticaram o erro de Vuaden, que nunca explicou, afinal de contas, o que foi pênalti na jogada. Relembre:


ATUAÇÕES ESTRANHAS E DUVIDOSAS

Vuaden é famoso por atuações questionáveis e duvidosas. Em 2017 chegou a ser retirado do quadro de árbitros da FIFA por conta de uma avaliação negativa feita pela entidade.

Recentemente, no clássico entre Flamengo X Botafogo, marcou uma penalidade máxima ao Fla no último minuto de jogo, quando a bola tocou no braço de um jogador do Fogão que estava de costas, e foi alvo de muitos protestos.

Apesar de tantos "erros", o carrasco dos bicolores foi eleito, na última terça-feira (1º), como o melhor árbitro do Campeonato Gaúcho de 2020 e é considerado "ídolo" por ao menos duas torcidas no país.

ÍDOLO AZULINO E DO TIMBU

Reprodução
 

O erro decisivo de Vuaden na partida entre Náutico e Paysandu rendeu ao gaúcho o título de "ídolo" por parte da torcida do Clube do Remo, que reconheceu que, sem a ajuda do árbitro, Timbu não conseguiria empatar a partida.

A rivalidade entre azulinos e bicolores ganhou mais força após o trágico episódio. O árbitro foi ovacionado nas redes sociais, ganhou totem em tamanho real, onde até mesmo o presidente azulino, Fábio Bentes, entrou na onda e se rendeu ao posar todo sorridente ao lado da imagem do duvidoso árbitro após uma partida. 

Para completar a zueira, a torcida azulina organizou uma 'vaquinha' virtual para a compra de um outro totem com a imagem de Vuaden para ser fixada na arquibancada do estádio Baenão. No domingo (06), um "bandeirão" com o rosto do árbitro também esteve presente nas arquibancadas do Mangueirão.

Por fim, vale lembrar que Vuaden saiu "nos braços" da torcida pernambucana (você já tinha visto isso?) e é homenageado pelos torcedores até com camisas em sua homenagem, com o número referente à marcação da penalidade:

Reprodução
 

E você, torcedor bicolor, lembra do dia 8 de setembro? é uma data para esquecer ou já passou a raiva? 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS