Esporte / Brasil

SELEÇÃO BRASILEIRA

Brasil disputa Sul-Americano Sub-20 desfalcado e a fim de apagar vexames recentes

Sábado, 19/01/2019, 07:10:04 - Atualizado em 19/01/2019, 07:10:04 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Brasil disputa Sul-Americano Sub-20 desfalcado e a fim de apagar vexames recentes (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Retomada do protagonismo, reencontro com o bom futebol, consolidação de um novo trabalho e busca por títulos. Esses são alguns dos objetivos da Seleção Brasileira Sub-20, que inicia no próximo sábado sua trajetória no Sul-Americano da categoria, realizado no Chile, a fim de, mais do que tudo, apagar os vexames recentes.

Na última edição do principal torneio do continente, em 2017, o Brasil amargou a vice-lanterna no hexagonal final e sequer conseguiu vaga para a Copa do Mundo realizada na Coréia do Sul, que terminou com título da Inglaterra. Quando se trata de conquistas, a última em nível continental aconteceu em 2011, mesmo ano do título mundial.

Veja também: Com algumas ausências, Sul-Americano Sub-20 promete alto grau de competitividade

Depois dos fracassos dos últimos anos, Carlos Amadeu foi contratado no início do ano para comandar a equipe sub-20 e logo em seu primeiro teste de fogo não terá algumas de suas principais promessas. Isso porque, pelo conflito de datas com o calendário do futebol europeu, nomes de peso não tiveram a liberação de seus clubes, casos de Vinícius Júnior, com o Real Madrid, Paulinho, do Bayer Leverkusen, Rodrigo Guth, do Atalanta, Mauro Junior, do PSV, e Matheus Cunha, do RB Leipizig.

Diante desse cenário, 23 atletas foram convocados para o Sul-Americano, dos quais 20 ainda atuam no futebol brasileiro. Palmeiras e São Paulo, com cinco e quatro, respectivamente, são os times com mais representantes na seleção canarinho. Depois, aparecem Flamengo (3), Grêmio (2), Cruzeiro (1), Corinthians (1), Atlético Mineiro (1), Bahia (1) e Vitória.


Preparação

Convocada pelo técnico Carlos Amadeu no dia 13 de dezembro, a delegação se apresentou para a o período de preparação na Granja Comary dia 17, permanecendo no complexo até 13 de janeiro. A estreia da seleção canarinho no Sul-Americano Sub-20 acontece neste sábado, às 18h10 (de Brasília), no Estádio El Teniente, em Roncagua.

A primeira etapa de treinos, até dia 23 de dezembro, data da pausa para que atletas e comissão técnica passassem as festas com seus familiares, foi considerada a de adaptação, com os jogadores sendo submetidos a exames médicos, iniciando os trabalhos em campo e encerrado com um jogo-treino diante da seleção japonesa.

A fase seguinte de preparação foi tratada como a de consolidação das ideias e um foco maior já nos aspectos do jogo, que devem ser colocados à prova em campo na competição. Findando a passagem no Brasil, foi realizado um amistoso contra a equipe do Boavista, do Rio de Janeiro, que terminou com vitória do time de Saquarema por 2 a 1. O tento brasileiro foi marcado pelo flamenguista Lincoln.

Já no Chile, a comissão técnica considerou os últimos dias de treinos antes da estreia como um período de ajustes finais. Na última quinta-feira, por exemplo, o foco da atividade foram as bolas paradas, tanto ofensivas, quanto defensivas.


Elenco

Diante de algumas ausências importantes devido ao choque de datas com o futebol europeu e a falta de liberação por parte de alguns clubes, Amadeu e sua comissão técnica apostaram em um elenco heterogêneo quando se diz respeito às características. Além dos atletas mais velozes, mais leves, a delegação conta com peças de maior vigor físico.

Dos três goleiros convocados, todos atuam no futebol brasileiro e são considerados grandes promessas dentro de seus clubes. Gabriel Brazão, do Cruzeiro, sempre foi tratado como o futuro dentro do clube Celeste e seria o titular do time na Copa São Paulo de Juniores não fosse a competição.

Hugo, arqueiro do Flamengo, e Phelipe, do Grêmio, seguem o mesmo caminho. Os três, inclusive, já contam com convocações para a seleção principal, já que depois da Copa do Mundo Tite apostou em mesclar um goleiro mais jovem em meio aos nomes já conhecidos da posição.

Numeração da Seleção Brasileira para o Sul-Americano foi divulgada na última quinta-feira (Foto: CBF)

Possivelmente, o setor defensivo é o que a comissão técnica conta com o maior número de promessas. Walce, do São Paulo, Thuler, do Flamengo, além de Luan Candido e Vitão, ambos do Palmeiras, são nomes de grande impacto na seleção e considerados o futuro dentro de seus respectivos clubes. Lucas Ribeiro (Vitória) e Emerson (Atlético Mineiro) são outras opções para a delegação que ainda conta com os laterais Vitinho (Cercle Brugge-BEL) e o corintiano Carlos Augusto, que terminou a última temporada com titular do Alvinegro.

No meio-campo predominam atletas dos clubes paulistas. Ao todo, foram sete nomes chamados para o setor, sendo dois atletas do Palmeiras (Gabriel Furtado e Gabriel Menino) e dois do São Paulo (Luan e Igor Gomes). O Verdão, inclusive, teria mais um representante não fosse o corte de Allan, lesionando e substituído por Tetê, do Grêmio. Marcos Antonio, do Estoril, e Ramires, do Bahia, mas monitorado por clubes como o Corinthians, fecham o leque de opções.

Mesmo com as ausências de Vinícius Júnior e Paulinho, duas ótimas alternativas para o ataque, o setor ofensivo conta com jogadores de muito talento e com experiência em seus times profissionais, como por exemplo o santista Rodrygo, já negociado com o Real Madrid, o palmeirense Papagaio e Lincoln, do Flamengo. As duas outras opções são “crias” da base do São Paulo: Jonas Toró, destaque da Copinha em 2018, e Marquinhos Cipriano, que foi negociado pelo clube do Morumbi com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.


Caminho em busca do título

Grupo A: Chile, Brasil, Colômbia, Venezuela e Bolívia

Grupo B: Uruguai, Paraguai, Argentina, Equador e Peru

O Brasil inicia sua caminhada no Sul-Americano Sub-20 neste sábado, à 18h10 (de Brasília), quando enfrenta a seleção da Colômbia, que estreou perdendo para a Venezuela. Depois, o adversário é justamente o time venezuelano, na segunda-feira, às 20h30 (de Brasília). Na quarta (21), os comandados de Carlos Amadeu medem forças com os anfitriões chilenos e encerram sua participação na primeira fase diante da Bolívia, na sexta (25). Todas as partidas da Seleção na primeira fase serão no El Teniente, em Roncagua.

De acordo com os moldes do regulamento da competição, a primeira fase é composta por duelos entre equipes do mesmo grupo, em turno único, se classificando para a segunda fase os três primeiros colocados de cada chave. Depois, as seis seleções realizam um hexagonal, também em pontos corridos e com o primeiro colocado sendo coroado o campeão.

Os quatro primeiros times da fase decisiva ainda garantem vaga para a Copa do Mundo Sub-20, enquanto os três primeiros para o Pan-Americano, desde que o Peru não seja uma dessas seleções, por ser a sede do torneio. Se isso se confirmar, outra equipe herda a vaga.


Confira a lista de convocados da Seleção Brasileira para o Sul-Americano Sub-20:

Goleiros:

Brazão – Cruzeiro
Hugo – Flamengo
Phelipe – Grêmio

Defensores:

Carlos – Corinthians
Emerson – Atlético-MG
Luan Candido – Palmeiras
Lucas Ribeiro – Vitória
Thuler – Flamengo
Vitinho – Cercle Brugge
Vitão – Palmeiras
Walce – São Paulo

Meio-campistas:

Tetê – Grêmio
Gabriel Furtado – Palmeiras
Gabriel Menino – Palmeiras
Igor -São Paulo
Luan – São Paulo
Marcos Antonio – Estoril
Ramires – Bahia

Atacantes:

Lincoln – Flamengo
Jonas Toró – São Paulo
Marquinhos Cipriano – Shaktar Donetsk
Rafael Papagaio – Palmeiras
Rodrygo – Santos

Fonte: Gazeta Esportiva





Comentários

Destaques no DOL