Esporte / Brasil

MANDOU BEM

Clube do Remo: Defensor também sabe atacar

Terça-Feira, 15/05/2018, 07:56:29 - Atualizado em 15/05/2018, 07:57:53 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Clube do Remo: Defensor também sabe atacar (Foto: Raphael Graim/Remo)
Zagueiro Mimica ajudou a acabar com a seca de gols do Remo no jogo contra o Botafogo-PB (Foto: Raphael Graim/Remo)

Enquanto os jogadores do setor ofensivo do Clube do Remo passaram em branco nos últimos jogos da equipe na Série C, o zagueiro Mimica, que é um dos mais regulares do time, tratou de assumir a responsabilidade e acabar com a seca de gols do Leão na competição, que perdurava por mais de 200 minutos. Autor do gol do empate e que serviu de alento para a reação azulina em campo no domingo (13), na vitória por 3 a 1 contra o Botafogo-PB, o defensor comentou a boa fase vivida. 

“A gente se dedica, se doa no dia a dia para chegar em campo e fazer o nosso melhor. A bola não estava entrando, mas sabíamos que não estávamos jogando mal. A bola entrou e a vitória veio. Podem esperar que o Remo vai longe agora e, dentro de casa, vamos jogar para garantir mais uma vitória”, disse.

TERCEIRO GOL

O gol no domingo, aliás, foi o terceiro de Mimica na temporada, quebrando o seu próprio recorde de artilheiro na carreira. Segundo Mimica, é aproveitar a fase e procurar ajudar o time. “Fico contente, porque jogador tem que sempre ir além. Marquei, mas o que importa é a vitória. A equipe vai trabalhar ao longo da semana, para ir mais forte, ajudar mais e vamos sempre brigar por isso”, detalhou o zagueiro.

EVERTON EXALTA UNIÃO 

Desde que entrou no meio-campo do Clube do Remo, Everton conseguiu dar uma conotação diferente no desempenho do time, no que tange a criação e posse de bola da equipe. Não à toa, o jogador, hoje, é o camisa 10 titular azulino. E, embora não tenha feito bom primeiro tempo diante do Botafogo-PB, a jogada dos três gols marcados pelo Leão passaram diretamente pelo pé do profissional.

De acordo com Everton, a sua adaptação rápida no grupo se deve à evolução da equipe. Dessa maneira, para o meia, a sua contribuição é apenas reflexo da ajuda dos companheiros. “Por onde passei, sempre fiz por merecer, procuro sempre ajudar. Hoje fomos felizes, mas já merecíamos uma vitória antes. Graças a Deus estou dando conta do recado, mas não é apenas eu em campo. É o trabalho do grupo que está rendendo e, com certeza, ainda vamos levar muita alegria para o nosso torcedor”, pontuou.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL