Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Esporte

AGORA VAI?

Novos contratados são esperança de gols no ataque bicolor

sábado, 27/07/2019, 12:09 - Atualizado em 27/07/2019, 13:56 - Autor: Onildo de Melo Lima


Nicolas já foi destaque do Paysandu pelos gols marcados. Agora, pelas chances perdidas.
Nicolas já foi destaque do Paysandu pelos gols marcados. Agora, pelas chances perdidas. | Vitor Castelo/ Paysandu

Com o time perdendo gols por atacado, comprometendo de forma decisiva os resultados do time na Série C do Brasileiro, o técnico Hélio dos Anjos está fazendo das finalizações a tônica dos trabalhos do elenco do Paysandu com vistas ao jogo de segunda-feira (29), contra o Boa Esporte-MG. O treinador espera que os trabalhos ministrados por ele ao grupo surtam efeito, não se repetindo o que ocorreu diante do Juventude-RS e do Volta Redonda-RJ, pra ficar apenas nos dois últimos jogos da equipe, quando o Papão até chegou à área dos adversários, sem, no entanto, acertar a rede deles.

Os preparativos do time e em especial do ataque não param no final de semana. Hélio dos Anjos vai aproveitar pelo menos o dia de hoje para continuar buscando o aprimoramento das finalizações dos jogadores de frente da equipe. No domingo, a atividade será mais branda, com os atletas relacionados para a partida participando de um recreativo, o famoso “rachão”, sem que os jogadores guardem suas posições de origem. Mas, a atenção do treinador está mesmo voltada para a evolução do ataque, que em 13 jogos marcou apenas 4 dos 6 gols da equipe.

A insistência do treinador na melhoria do aproveitamento ofensivo já era esperada, afinal de contas, Hélio não escondeu o seu descontentamento com a quantidade de gols perdidos no jogo contra o Voltaço. “Faltou-nos, mais uma vez, competência para fazermos os gols”, diagnosticou o técnico. Antes, ele já havia manifestado o mesmo descontentamento na partida, fora de Belém, contra o Juventude. “Naturalmente que nesse aspecto, o de fazer o gol, deixamos a desejar”, apontou Hélio.

“A ansiedade na hora da conclusão das jogadas, com certeza, tem nos atrapalhado”, constata o lateral-esquerdo Bruno Collaço.

DUPLA NO BID

Para essa partida contra o Boa, Hélio ganha duas novas peças que poderão ser utilizadas e, de repente, resolver o problema: o meia-atacante Tomás Bastos e o atacante Hygor Garcia. Os jogadores tiveram seus nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e podem aparecer senão entre os titulares para o começo do jogo ao menos como opção no banco de reservas da equipe.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS