Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Música

5 parcerias de Mick Jagger com outros artistas

segunda-feira, 11/03/2019, 22:40 - Atualizado em 11/03/2019, 22:40 - Autor:


O incansável Mick Jagger, há mais de 50 anos, está na ativa à frente dos Rolling Stones.

As turnês continuam, respeitando alguns intervalos, mas, ainda bem, sem nenhum sinal de encerramento de atividades.

O mundo da música espera ansiosamente por mais um disco de inéditas da banda, o que não acontece desde 2005, quando A Bigger Bang foi lançado.

Os rumores de que a banda entrará em estúdio estão cada vez maiores, como confirmou recentemente o guitarrista Keith Richards.

Durante as últimas décadas, nos intervalos ou férias dos Stones, Mick lançou alguns trabalhos incluindo quatro discos em carreira solo, convidando nomes como Lenny Kravitz, Bono, Wycleaf Jean e até inusitadas parcerias com o DJ Alok e Kevin Parker (Tame Impala).

Mick também deu as caras em algumas ocasiões, atendendo a convites de outros artistas.

É hora de conferir 5 dessas participações.

will.i.am – “T.H.E (The Hardest Ever)”

A música faz parte de #willpower, quarto disco do rapper americano, lançado em 2011, e traz além de Mick, a participação de Jennifer Lopez nos vocais.

Com um clipe futurista, uma mistura de Hip-Hop com música eletrônica e um imenso trabalho de divulgação, o single teve uma estreia bem sucedida, ficando em primeiro lugar no Reino Unido, o que não acontecia em 25 anos na carreira de Jagger.

SuperHeavy – “Miracle Worker”

Projeto com vida curta, o SuperHeavy, iniciado em 2011, foi um supergrupo formado por Mick Jagger, Joss Stone, Dave Stewart (Eurythmics), Damian Marley e o músico indiano A.R. Rahman com a intenção de misturar vários estilos musicais.

O grupo lançou apenas um único disco, homônimo, no mesmo ano do anúncio oficial.

Peter Tosh – “(You Gotta Walk) Don’t Look Back”

A parceria de Mick com o músico jamaicano se concretizou através de três discos de Peter Tosh lançados com a Rolling Stones Records, gravadora de propriedade de Mick Jagger, Keith Richards e cia.

Um deles, Bush Doctor, de 1978, traz a faixa em que Mick e Peter dividiram os vocais.

Mais à frente, Tosh retribuiu a parceria participando do clipe de “Waiting On A Friend”, dos Stones.

The Jacksons – “State Of Shock”

Em 1984, Michael Jackson convocou Freddie Mercury para gravar três músicas.

Com alguns desentendimentos entre as partes, as músicas com o vocalista do Queen acabaram não sendo lançadas e uma delas, “State Of Shock”, havia sido gravada com Michael dividindo os vocais com Mick Jagger, após um encontro entre os dois.

Mesmo com relatos de que Michael havia achado Mick extremamente desafinado, essa foi a faixa que entrou no disco Victory.

David Bowie – “Dancing In The Street”

O plano inicial para o encontro entre David Bowie e Mick Jagger era que a dupla cantasse, ao vivo, a versão da música do grupo Martha And The Vandellas, no Live Aid, só que, com David Bowie na Inglaterra, no estádio de Wembley, e Mick Jagger nos Estados Unidos, no estádio John F. Kennedy.

A tecnologia da época não colaborou muito e devido à falta de possibilidade da sincronia exata das duas transmissões, o planejado foi deixado de lado.

Com isso, Mick e David gravaram o vídeo clipe e o single, de grande sucesso, teve a sua estreia direto no topo das paradas do Reino Unido.

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS