Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Música

Há 20 anos, o Charlie Brown Jr. lançava o icônico “Preço Curto… Prazo Longo”

quarta-feira, 06/03/2019, 12:40 - Atualizado em 06/03/2019, 12:40 - Autor:


No dia 6 de Março de 1999, foi oficialmente lançado o segundo — e um dos mais icônicos — álbum de estúdio do Charlie Brown Jr.

Intitulado Preço Curto… Prazo Longo, o disco foi responsável pelo nascimento de algumas das mais populares canções da banda, e que com certeza você sabe cantar.

Com 25 faixas (quantidade de músicas bem acima da média dos dias de hoje), o álbum fez com que a banda, já elogiada pelo álbum de estreia, se projetasse ainda mais entre os jovens. A repercussão do álbum rendeu certificado de Disco de Platina, tal como a consagração do CBJr. como uma banda referência na nova e eclética cena do rock nacional.

Crise do segundo álbum? Que nada!

A “Crise do Segundo Álbum” é uma teoria da indústria fonográfica em que alguns grupos não conseguem manter o mesmo sucesso após seus álbuns de estreia. Mas é claro que existem exceções, e uma delas é o Charlie Brown.

Preço Curto… Prazo Longo foi, antes de qualquer coisa, responsável pela consagração de uma então nova cena do rock brasileiro, formada por bandas que não se restringiam à classificação de rock.

Nesse segundo álbum, a banda usou a sonoridade hardcore para cobrir as suas claras referências em rap rock, ska punk e até reggae. Da mesma cena, participaram também bandas como O Rappa e Nação Zumbi, todas da década de 90.

Ao invés de mostrar o “mais do mesmo” que é temido por artistas ao lançarem seu segundo disco, a banda se projetou mais ainda com músicas que esclareceram melhor a proposta da banda.

Muita música boa

Apesar de uma elogiadíssima estreia, foi só com seu segundo álbum que a banda presenciou o primeiro single que atingiu o topo das paradas das rádios brasileiras. O responsável foi a mistura entre reggae e hardcore de “Zóio de Lula“. A música, uma das mais famosas de toda a trajetória do Charlie Brown, é até hoje presença certa nas mais diversas playlists.

Mas não podemos esquecer de “Te Levar“. A empolgante faixa se transformou rapidamente um fenômeno jovem, e não apenas nas rádios. Essa foi a música de abertura da novela/seriado Malhação durante 7 (repito, sete) anos. De 1999 até 2006, “Te Levar” era presença certa nos fins de tarde da TV Globo.

Definitivamente não é para qualquer um!

Como se o sucesso incomparável das duas faixas não fosse suficiente, o álbum conta com outras 23 canções. Entre elas, as faixas “Confisco“, “Não Deixe o Mar Te Engolir” e “A Grande Volta” merecem destaque por fecharem o conjunto de singles do disco.

Triste coincidência

O dia 6 de Março pode ser lembrado como a data de lançamento de um dos melhores álbuns do CBJr, mas a data vai sempre ser associada à morte de Chorão. No mesmo dia, em 2013, o vocalista foi encontrado morto em seu apartamento em São Paulo.

É minimamente estranho pensar que a mesma data remete tanto ao nascimento de uma obra-prima da música brasileira do final dos anos 90 quanto à morte de seu principal autor. Mais do que lamentarmos o triste acontecimento de 2013, temos também que celebrar o nascimento de músicas que ficarão para sempre impregnadas à cultural musical do Brasil.

Obrigado, Chorão! Obrigado por compartilhar com o mundo seus pensamentos na forma de belas letras do Charlie Brown Jr.!

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS