Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Música

30 discos que você deveria ouvir em Fevereiro

quinta-feira, 28/02/2019, 19:00 - Atualizado em 28/02/2019, 19:00 - Autor:


2019 começou daquele jeito e Fevereiro já foi um grande mês para a música!

Entre lançamentos nacionais e internacionais, separamos aqui 30 bons títulos que vão do Rock ao Rap passando pela MPB, Música Pop, Alternativa, Heavy Metal e muito mais.

Dá mais que um disco por dia do mês que passou para você explorar, descobrir, se divertir e colocar em sua playlist.

Por falar em playlist, boa parte dos lançamentos do mês vão tendo suas músicas adicionadas à oficial do TMDQA! e você pode ouvi-la e segui-la logo abaixo.

Divirta-se!

BaianaSystem – O Futuro Não Demora

BaianaSystem - O Futuro Não Demora

Após o sucesso imenso de Duas Cidades, uma das bandas mais requisitadas do país por conta dos seus shows tinha a árdua tarefa de lançar um sucessor à altura.

Parece que deu certo: em O Futuro Não Demora o Baiana conta com participações que vão de Curumin e Edgar até Manu Chao, e entregam 38 minutos de grandes canções em 13 faixas que falam sobre assuntos políticos, sociais e pessoais.

Ariana Grande – thank u, next

Ariana Grande - thank u, next

Em 2018 a cantora pop lançou seu quarto disco, Sweetener, e o hype fez com que o álbum fosse parar em algumas listas de melhores do ano, mesmo que a própria tivesse indicado que o melhor ainda estava por vir.

E ela tinha razão: thank u, next, o disco, é o lançamento mais consistente de sua curta porém poderosa carreira.

Ladytron – Ladytron

Ladytron

Oito anos após seu último álbum o grupo britânico de música eletrônica está de volta com o seu sexto álbum, homônimo e com a presença de Iggor Cavalera nas baterias.

White Lies – Five

A influente banda britânica de post-punk está de volta com o seu quinto disco e resolveu batizá-lo apropriadamente como… Five.

O álbum foi produzido por Ed Buller (Suede, Pulp) e tem recebido as melhores críticas de qualquer título da carreira do grupo.

Selvagens à Procura de Lei – Na Maloca Dragão

Selvagens à Procura de Lei - Na Maloca Dragão

A banda brasileira foi até sua cidade natal, Fortaleza, para fazer um registro ao vivo incrível que passa por todas as fases da sua carreira.

O resultado é Na Maloca Dragão, disco ao vivo que também saiu em vídeo no YouTube.

Within Temptation – Resist

Within Temptation - Resist

A banda holandesa de Heavy Metal que arrasta multidões pela Europa chegou ao seu sétimo disco de estúdio no início do mês.

Resist tem participações especiais de integrantes de Papa Roach, In Flames e mais.

LCD Soundsystem – Electric Lady Sessions

LCD Soundsystem - Electric Lady Sessions

Em Fevereiro o influente LCD Soundsystem lançou o terceiro registro ao vivo da carreira com Electric Lady Sessions.

Como o nome bem diz, o disco foi gravado no lendário estúdio Electric Lady, em Nova York, e conta com 12 faixas incluindo covers de The Human League, Chic e Heaven 17.

Terno Rei – Violeta

Terno Rei - Violeta

A banda brasileira Terno Rei vem se tornando um dos nomes mais importantes do rock alternativo por aqui e em seu novo disco, lançado pela Balaclava, estabelece uma sonoridade com a qual é facilmente identificável, cheia de elementos que nos lembram do pós-punk dos Anos 80.

Tedeschi Trucks Band – Signs

Tedeschi Trucks Band - Signs

A incrível banda de blues/rock formada pelo casal Susan Tedeschi e Derek Trucks chega ao seu quarto disco de estúdio, Signs, e volta a mostrar que é um dos grandes nomes do estilo.

The Claypool Lennon Delirium – South Of Reality

The Claypool Lennon Delirium

A dupla de rock psicodélico formada por Les Claypool (Primus) e Sean Lennon lançou seu primeiro disco em 2016 e três anos depois volta com South Of Reality, mais um conjunto de viagens e explorações sonoras de um encontro que parece ter encaixado direitinho.

Millencolin – SOS

Millencolin - SOS

SOS é o nono disco de estúdio do Millencolin, grupo sueco conhecido como um dos nomes mais influentes do Punk Rock e Hardcore do final dos anos 90 e início dos anos 2000.

Emarosa – Peach Club

Emarosa - Peach Club

Três anos após o seu último disco a banda norte-americana Emarosa está de volta com Peach Club, mais um álbum pela gravadora Hopeless.

Aqui o grupo abandona as características de trabalhos anteriores, voltados a estilos como o post-hardcore, para se aventurar no pop e na new wave.

Terceiro Mundo Bom – Terceiro Mundo Bom

Terceiro Mundo Bom

A banda traz Diogo Brandão – conhecido como vocalista das bandas Rockz e Benflos, clássicas do indie carioca – de volta ao rock, ao lado de Marcos Almir (Revolt), Robson Riva (B Negão e os Seletores de Frequência) e Guga Leão. Embaladas por uma mescla de influências que transitam por MPB, pop rock, rap e trip hop envoltas em um lirismo rasgado, as faixas vão desde relacionamentos voláteis até amores que surgem no meio de um protesto. A produção de Lucas Vasconcellos (Legião Urbana, Letuce) conta com a participação de Donatinho (synths e teclados) e Gabriel Ventura (Ventre, Lenine), que toca sua guitarra em duas faixas. Além deles, o álbum conta com arranjos de metais de Vitor Tosta no trombone e Pedro Paulo, do Bloco do Sargento Pimenta. O lançamento é do selo Sagitta Records.

Gary Clark, Jr. – This Land

Gary Clark, Jr. - This Land

O talentoso guitarrista está de volta com seu terceiro disco de estúdio, o primeiro em quatro anos, e This Land tem uma forte carga política, como é possível perceber no clipe da faixa título que faz duras críticas às visões do presidente dos EUA, Donald Trump, em relação a racismo, imigração e mais.

Anemone – Beat My Distance

Anemone - Beat My Distance

Beat My Distance é o novo disco da banda canadense Anemone, uma baita pedida para quem gosta de jams, sons ensolarados e muita psicodelia.

Jards Macalé – Besta Fera

Foto: Cafi

O mestre Jards Macalé está de volta em um álbum onde conta com nomes incríveis como Tim Bernardes, Juçara Marçal e Romulo Fróes para entoar canções que produziu ao lado do talentoso Kiko Dinucci.

Bob Mould – Sunshine Rock

Bob Mould - Sunshine Rock

O lendário músico Bob Mould, ícone do Rock Alternativo por conta do seu trabalho solo e em bandas como Hüsker Dü e Sugar, está chegando ao décimo terceiro (!) disco da carreira só nesse formato.

335 – O Meu Sonho Eu Não Controlo

335 - Meu sonho eu não controlo

Formada na região oceânica de Niterói, a 335 une em seu EP de estreia diversas referências do rock alternativo com tons da psicodelia brasileira usando como agregador os laços familiares. A banda faz um som calcado no rock alternativo, porém, com o passar os anos, foi incorporando elementos psicodélicos de novos artistas como Boogarins e álbuns setentistas de Jorge Ben (homenageado pelo primeiro single, “Carta ao Jorge”), Zé Ramalho e Tom Zé.

Panda Bear – Buoys

Panda Bear - Buoys

Conhecido por seu trabalho no Animal Collective, Panda Bear também tem uma prolífica carreira solo e está chegando ao sexto disco, Buoys.

Candlemass – The Door To Doom

Candlemass - The Door To Doom

Sete anos após seu último disco, a influente banda sueca de doom metal está de volta com seu décimo segundo álbum, o primeiro com o vocalista Johan Längqvist desde 1986.

Uma das faixas, “Astorolus – The Great Octopus” conta com o lendário Tony Iommi na guitarra.

SWMRS – Berkeley’s On Fire

SWMRS - Berkeley

O SWMRS começou em 2004 e em 2011, enquanto ainda se chamava Emily’s Army, lançou o primeiro disco repleto de canções de Punk Rock.

A influência do estilo estava nas veias do baterista Joey Armstrong, filho de Billie Joe Armstrong (Green Day), que inclusive produziu o disco.

8 anos depois o grupo está navegando por uma sonoridade bem diferente, mais voltada ao indie do que ao punk, e chega ao seu novo disco com Berkeley’s On Fire.

Copeland – Blushing

Copeland - Blushing

Cinco anos após o seu último álbum a influente banda de rock alternativo Copeland está de volta com Blushing, sexto disco da carreira que tem 11 canções e foi produzido pelo próprio grupo.

Acrílico – Limbo

Acrílico - Limbo

Em meio a um instrumental intenso, o vocal etéreo entrega versos reflexivos e intimistas. Assim soa a estreia do quinteto Acrílico, que divulga seu primeiro EP, “Limbo”. O trabalho, que une o clima do dream pop e do alternativo com a psicodelia, possui cinco faixas. Testando os limites entre realidade e imaginação, a sonoridade da banda goiana transita entre riffs orgânicos, sintetizadores e efeitos, sem se tornar inacessível. Talvez por isso “Limbo” faça tanto sentido – cercado por dois mundos distintos, o EP cresce e caminha na dualidade.

Offset – Father Of 4

Offset - Father Of 4

Offset é mais um rapper do influente grupo Migos a se aventurar em carreira solo e Father Of 4 é seu primeiro disco de estúdio.

O álbum com participações de nomes como J. Cole, CeeLo Green, Travis Scott, Cardi B e Gucci Mane tem sido bem recebido pela crítica.

Overkill – The Wings Of War

Overkill - The Wings Of War

A lendária banda de thrash metal chega ao seu décimo nono disco de estúdio com The Wings Of War, primeiro disco ao lado do baterista Jason Bittner.

Valesca Popozuda – De Volta Pra Gaiola

Valesca Popozuda - De Volta Pra Gaiola

A sempre provocante funkeira Valesca Popozuda resolveu mandar ver em um EP onde não tem o mínimo de pudor.

Títulos como “Catarro de Porra”, “Gozada Fraca” e “Meu Cú é Teu” deixam isso bem claro, e a primeira música definitivamente não sairá da sua cabeça tão cedo.

Labirinto – Divino Afflante Spiritu

Labirinto - Divino Afflante Spiritu

O novo disco da banda brasileira Labirinto tem 7 faixas, 35 minutos e é uma boa amostra do que o grupo, que passeia pelo post-rock e pelo heavy metal, pode entregar.

As participações especiais dão um toque ainda mais interessante ao álbum, como Elaine Campos (ex-Abuso Sonoro, Rastilho) nos vocais de “Agnus Dei”.

A produção é de Magnus Lindberg, percussionista e guitarrista do Cult Of Luna.

Xana Gallo – Roda, Rodou

Xana Gallo - Roda, Rodou

Após relatar um ciclo de relacionamentos abusivos no álbum “Rota de Fuga”, a cantora gaúcha Xana Gallo amplifica sua voz no EP “Roda, Rodou”, produzido por Diogo Strausz com participações de Kassin, Patrick Laplan, Stepháne San Juan e mais músicos da cena carioca. A artista se empodera em três canções sobre mulher, política e sociedade.

Belle Trio – Tríptico

Belle Trio - Trítpico

Após chamar atenção com o single “Saturno”, o Belle Trio apresenta o álbum completo, “Tríptico”. Convidando o ouvinte a embarcar em uma sonoridade embalada pelo jazz fusion, rock, blues, funk, música brasileira e R&B, o disco marca o primeiro trabalho autoral do guitarrista Wiliam Belle, conhecido por ter dividido o palco com nomes como Cátia de França, Russo Passapusso e Chico César, entre outros.

Victor Ribeiro – Ronda da Capivara

Victor Ribeiro - Ronda da Capivara

A diversidade da música brasileira se une ao rock, ao jazz e ao erudito no violão virtuoso de Victor Ribeiro. Membro do quarteto instrumental Relógio de Dalí, o músico lança “Ronda da Capivara”, seu álbum de estreia solo. O registro traz uma nova linguagem de música instrumental, explorando uma sonoridade contemporânea do violão 7 cordas, repleta de nuances, suingue e improvisação como uma apresentação ao vivo, criando canções contagiantes para o ouvinte.

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS