Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Música

Mark Hollis, líder do Talk Talk, morre aos 64 anos de idade

terça-feira, 26/02/2019, 11:00 - Atualizado em 26/02/2019, 11:00 - Autor:


Mark Hollis, vocalista, guitarrista e principal compositor do influente Talk Talk, morreu aos 64 anos de idade.

A informação surgiu ontem à noite (25) mas não tinha uma confirmação oficial, baseando-se apenas em um tweet de um parente do músico.

Hoje, porém, o empresário de Mark, Keithn Aspden, confirmou a informação em uma declaração compartilhada por NPR e Pitchfork, e falou:

Eu ainda estou tentando aceitar isso mas infelizmente é verdade. Mark morreu após uma rápida doença da qual nunca se recuperou. Estou sentindo profundamente por uma pessoa marcante que permaneceu fiel às suas verdades durante toda vida. Eu nem consigo te dizer o quanto Mark influenciou e mudou as minhas percepções de arte e música. Agradeço pelo período que passei com ele e pela beleza gentil que ele compartilhou conosco.

Talk Talk

A banda britânica fundada em Londres surgiu em 1981 e durou apenas dez anos, encerrando as suas atividades em 1991.

Nesse período vieram cinco discos que consolidaram os caras como um dos nomes mais importantes do rock alternativo, principalmente no que é chamado de post-rock.

Mark Hollis era um dos fundadores do grupo ao lado do baterista Lee Harris e do baixista Paul Webb, e após lançar seu único disco solo em 1998, decidiu se aposentar da carreira na música.

Em 1984 o Talk Talk lançou seu segundo disco, It’s My Life, e teve considerável sucesso comercial, principalmente com singles como “Such A Shame” e a faixa título. Dali pra frente, porém, o trio decidiu caminhar por trilhas experimentais e os lançamentos seguintes não tiveram grandes hits mas influenciaram gerações de músicos que surgiram nos anos seguintes. Laughing Stock, disco de despedida lançado em 1991, é considerado um dos maiores lançamentos de post-rock de todos os tempos.

No Doubt

Em 2003 a banda norte-americana No Doubt regravou “It’s My Life” e a música foi um sucesso imenso no mundo todo.

Com a aparição da versão de Gwen Stefani e sua trupe nas paradas, o Talk Talk teve um relativo retorno aos holofotes quando as pessoas passaram a se interessar novamente por sua sonoridade.

Quando ficou sabendo da notícia, o baixista Tony Kanal publicou um texto falando sobre como a cover virou “uma parte crucial da sua jornada musical” e um dos sons que ele mais gosta de tocar ao vivo.

O perfil do No Doubt no Instagram compartilhou a mensagem de Tony e você pode ver tudo logo abaixo junto com as declarações de outros músicos e bandas sobre a morte de Hollis.

Que descanse em paz.

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS