Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Música

Tekashi 6ix9ine se declara culpado e confessa ter mandado matar rapper

segunda-feira, 04/02/2019, 19:00 - Atualizado em 04/02/2019, 19:00 - Autor:


Tekashi 6ix9ine admitiu ser culpado por nove crimes pelos quais foi denunciado em Novembro de 2018.

A decisão do rapper de 22 anos, cujo nome real é Daniel Hernandez, saiu no dia 23 de Janeiro, quando ele se assumiu a culpa por delitos como extorsão, tentativa de assassinato, ameaças com armas de fogo e narcotráfico.

Tekashi está preso em uma prisão federal nos Estados Unidos desde Novembro, e foi detido após uma extensa investigação de cinco anos sobre a gangue de rua Nine Trey Bloods.

Na declaração, 6ix9ine admite ter entrado para o grupo em 2017 e colaborado com uma tentativa de assassinar um membro de uma gangue rival. Vale lembrar que, quando foi preso, o rapper se declarou inocente e disse que apenas “fingia” ser um gangster.

Tekashi ainda admitiu a culpa por um caso que vem sendo associado a seu nome por meses. Segundo o músico, ele pagou um colega para atirar em Chief Keef, rapper com quem tem inimizade. Os crimes ainda envolvem roubos à mão armada e venda de heroína.

Em declaração, ele disse:

Eu peço desculpas à Corte, a todos a quem machuquei, à minha família, amigos e fãs pelo que fiz e a quem decepcionei.

Agora, o rapper aguarda sua sentença, que sairá apenas no dia 24 de Janeiro de 2020. Anteriormente, foi divulgado que Tekashi 6ix9ine poderia pegar de 32 anos à prisão perpétua, mas agora não se sabe quais serão as opções de sentença após Tekashi se declarar culpado. O artista ainda prometeu colaborar com a investigação federal sobre a gangue.

Disco de Tekashi 6ix9ine

O álbum de estreia do rapper foi adiado e vazado na internet após sua prisão, mas agora já está disponível para audição nas plataformas de streaming.

O disco tem participações de Nicki Minaj, Kanye West e muito mais.

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS