Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
Música

7 baladas românticas lançadas pelos Ramones

segunda-feira, 04/02/2019, 14:40 - Atualizado em 04/02/2019, 14:40 - Autor:


Os Ramones, em seu arsenal de discos, ficaram eternizados pelas músicas simples, rápidas e diretas, no instrumental e nas letras, que sem muitos rodeios tratavam de inúmeras temáticas vividas pelos integrantes.

A banda jogava aberto quanto a algumas vontades e realidades, como cheirar um pouco de cola, não gostar de frequentar a escola ou, como todo jovem, um dia sofrer por amor e espalhar essas situações em canções apaixonadas.

Joey Ramone era um grande apaixonado e de certa forma desiludido com o amor. Fato marcado, por exemplo, na letra de “The KKK Took My Baby Away”, onde, diz a lenda, o vocalista falou sobre seu companheiro de banda, Johnny Ramone, que “roubou” a namorada de Joey. Linda, a garota em questão, se tornou esposa de Johnny, fato que levou os dois amigos a ficarem sem se falar até o final da banda em 1996.

É comum em quase todos os discos da banda termos um momento de mais calmaria e letras que reúnem todos os fatores de uma boa dor de cotovelo.

Vamos a uma sequência de 7 canções românticas que explicam melhor essa sofrência dos reis do Punk.

“I Won’t Let It Happen”

A música faz parte de Mondo Bizarro, que ganhou disco de ouro no Brasil e na Argentina. Os Ramones alcançaram, nessa época, o auge do sucesso na América do Sul.

“Here Today, Gone Tomorrow”

Rocket To Russia, o terceiro disco, seguia exatamente a mesma fórmula sonora dos seus dois antecessores.

As letras também seguiam esse padrão e nessa faixa Joey fala abertamente sobre o final de mais um relacionamento.

“She Talks To Rainbows”

Parte do último disco da banda, Adiós Amigos (1995), a balada com ares obscuros composta por Joey Ramone mostra na letra a típica veia característica de desilusão do vocalista ao tratar de temas românticos.

“7-11”

A letra que fala sobre um encontro na loja de conveniência 7-11 é mais uma em que tudo dá errado para Joey.

De um diálogo mágico ao lado de um fliperama, tudo parece perfeito até acabar sem um final feliz.

A faixa faz parte de Pleasant Dreams, o mesmo disco da citada “The KKK Took My Baby Away”. A fase não era mesmo das melhores para o vocalista dos Ramones.

“Bye Bye Baby”

Faz parte de Halfway To Sanity, disco massacrado pela crítica, mas adorado por Johnny Ramone. O guitarrista cita o trabalho como um dos seus favoritos.

A letra segue o típico estilo da banda, onde o título e refrão se repetem por quase toda a música.

Mesmo sendo originária de uma época conturbada do grupo, é uma das mais marcantes baladas dos Ramones.

“Questioningly”

Aqui temos uma composição do baixista Dee Dee Ramone, do disco Road To Ruin, quarto da discografia ainda na década de 70.

Dee Dee é um dos grandes responsáveis pela cara dos Ramones e em suas letras ácidas sobrou espaço pra uma das baladas mais clássicas do grupo.

“I Wanna Be Your Boyfriend”

O primeiro álbum dos Ramones é um dos mais icônicos da história da música.

Em menos de 30 minutos a banda mostrou o seu cartão de visitas com alguns clássicos que permaneceram nos mais de 2 mil shows ao longo da carreira.

O punk rock e a velocidade do álbum só são quebrados pela doce melodia de “I Wanna Be Your Boyfriend”, um momento singelo de amor de Tommy Ramone, baterista e produtor, destoando totalmente das temáticas mais ásperas das outras faixas.

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS