Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
Música

Pegi Young morre aos 66 anos após batalha contra o câncer

quinta-feira, 03/01/2019, 14:00 - Atualizado em 03/01/2019, 14:00 - Autor:


O ano de 2019 nem começou direito e já nos trouxe uma triste notícia: no dia 01 de Janeiro a cantora e compositora Pegi Young nos deixou.

Pegi morreu aos 66 anos de idade após uma batalha contra o câncer que durou um ano e a confirmação veio através da sua conta oficial no Instagram.

Por lá, os feitos de Pegi foram lembrados, como sua carreira na música e a organização do incrível festival beneficente Bridge School, que arrecadava fundos para a escola de mesmo nome que tratava crianças com necessidades especiais.

O evento foi criado por ela e pelo seu ex-marido, o lendário músico Neil Young, acontecendo entre os anos de 1986 e 2016.

Tendo seu fim anunciado recentemente, o festival levou aos palcos performances acústicas incríveis de nomes dos mais importantes na música mundial como Metallica, Pearl Jam, Green Day, Lou Reed, The Smashing Pumpkins, Paul McCartney e muito mais.

Ao falar sobre Pegi, sua família comentou:

Com enorme tristeza nós confirmamos que no dia 01 de Janeiro, após uma batalha de um ano contra o câncer, Pegi Young – mãe, avó, irmã, tia, música, ativista e co-fundadora do Bridghe School – morreu cercada por seus amigos e familiares na sua nativa Califórnia. Pedimos para que a privacidade da família seja respeitada.

Pegi Young e Neil Young

Pegi Young e Neil Young
Foto de Pegi Young e Neil Young via Shutterstock

Margaret “Pegi” Young começou a carreira quando fez parte do The Pinkettes, banda de vocalistas de apoio de Neil Young em uma turnê que ele fez em 1983. Em 1994 ela cantou “Philadelphia” na cerimônia do Oscar, uma música composta pelo seu marido para o filme de mesmo nome.

Em 2007 ela lançou seu álbum solo de estreia, homônimo, e depois nos brindou com mais dois álbuns: Foul Deeds (2010) e Bracing For Impact (2011).

Em 1986 ela fundou a Bridge School, escola que auxilia famílias de crianças com problemas como paralisia cerebral, e desde o início arrecadou fundos para a iniciativa através do festival que organizou com Neil Young.

Pegi e Neil se conheceram em 1974 quando ela trabalhava de garçonete em uma lanchonete próxima da casa do músico canadense, e se casaram em 1978. Anos depois, em 1992, ele lançou uma música chamada “Unknown Legend” sobre esse encontro.

Juntos eles tiveram dois filhos, Ben e Amber, e Pegi tornou-se madrasta de Zeke, primeiro filho de Neil. Tanto Ben quanto Zeke tiveram paralisia cerebral e Amber foi diagnosticada com epilepsia, o que motivou a criação da Bridge School.

O casal se separou em 2014 e em 2017 anunciou o fim do festival.

Que descanse em paz.

View this post on Instagram

Em 30 de Outubro de 1999 aconteceu a primeira noite da décima terceira edição do #BridgeSchoolBenefit, festival organizado por #NeilYoung para arrecadar fundos em prol das crianças que estudam na #BridgeSchool e têm necessidades especiais.⠀ ⠀ Essa edição se destacou porque marcou uma iniciativa pioneira de transmitir a programação pela Internet, que ainda engatinhava e não só chegava a poucas pessoas como chegava com qualidade ruim.⠀ ⠀ Entre as atrações do evento estiveram nomes como #PearlJam, #GreenDay em um raro show acústico, #TheWho, #SherylCrow, #BillyCorgan com #JamesIha, #TomWaits e mais.⠀ ⠀ #TMDQA #Música #Acústico #Unplugged #Rock #Music #EddieVedder #LastKiss #WayneCochran

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) on

Fonte: TMDQA!

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS