Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
Música

Felipe Cordeiro lança single e videoclipe com uma prévia do terceiro álbum, 'Transpyra'

quarta-feira, 21/11/2018, 08:31 - Atualizado em 21/11/2018, 08:56 - Autor:


Com uma estética pop renovada, sem perder sua guitarra tropical, Felipe Cordeiro apresenta ao público o single “Demais”, nas plataformas digitais desde a última sexta-feira e que, hoje, 21, terá seu videoclipe lançado no Youtube. A faixa integra o álbum “Transpyra”, o terceiro de sua discografia e previsto para fevereiro de 2019. Em entrevista ao Você, o cantor falou sobre a canção, que coloca o ouvinte para dançar enquanto fala sobre esperança e alegria, a importância de renovar as perspectivas e viver o momento presente com intensidade.


“Antes do novo álbum vou lançar duas músicas. A que terá seu videoclipe lançado amanhã (hoje) e outra em janeiro, um carimbó com a Dona Onete”, adianta Felipe, além de revelar que “Demais” é provavelmente a música mais pop do disco. “Além dessa estética mais pop, escolhi como single pela temática contemporânea dela. A letra passa uma mensagem de esperança e de viver a vida mesmo diante das angústias que o mundo moderno nos coloca. Foi minha escolha por estar dentro desse contexto de intensa mudança que a gente vive, em que a gente sente certa distopia no ar”, comenta.


Na música, versos como “Nada vai acabar pra cá do amanhecer”, “Canta sem duvidar / Dança sem nada temer” e “O teu corpo é o lugar de toda política” ganham sentido ampliado diante do atual cenário político. “Corpo é nosso núcleo de desejo, resistência e liberdade. Levo para a minha música o corpo, o movimento, a provocação, o pensamento”, explica Felipe em sua primeira apresentação sobre ela. A faixa, assim como o novo álbum, foi produzida por Kassin e pelo próprio cantor, com as guitarras de Manoel Cordeiro, bateria de Stéphane San Juan, com distribuição pela ONErpm em parceria com o selo YB Music.


O single escolhido destaca-se ainda por ter um coro no refrão que conta com Tyara de La-Rocque, Fernanda Piovaneli, Érika Matos, Chiara Banfi, Geraldinho Magalhães, Kassin, Manoel Cordeiro e o próprio Felipe Cordeiro. A proposta estava lá desde quando “Demais” estava sendo composta. “Parece um coro de estádio de futebol, de ter muita gente, porque vem desse lance de envolver muita energia. A música fala de estar com as pessoas, livre nas ruas, cantando, tocando, ritualizando, vivendo a experiência da vida. Tem sentido de evocar a multidão. E é também um pouco pensado nos shows. É sempre muito legal quando as pessoas cantam juntas e o coro da música já se insinua”, confessa.


Sem início, sem fim, o caminho




Felipe gravou clipe no Minhocão, em São Paulo, com uma equipe bem paraense para inaugurar novo momento em sua estética visual. Foto: Julia Rodrigues/Divulgação


Entre as coisas que influenciaram ou colaboraram para as mudanças que serão ouvidas no novo trabalho, Felipe Cordeiro destaca sua própria vivência. “Eu me lancei no Brasil inteiro, viajando freneticamente, também fora do país. E a própria situação do país, já que percebo que todas as pessoas no Brasil, independente da visão de mundo que tenham, estão revendo seu olhar sobre viver nesse país, viver esse tempo. Essas duas coisas direcionaram um pouco o tema e tom do disco. Minha vivência viajando e querendo levar a sonoridade do Pará para o mundo inteiro, e sempre voltando para produzir e gravar com gente daqui”.


CLIPE


O videoclipe da música, dirigido pelos paraenses Carolina Matos e Brunno Régis, foi gravado num viaduto em São Paulo e abre também um novo momento na estética visual de Felipe, trazendo mais conexão com o new wave e o pop tropical. As transformações vindas a partir dos figurinos são para traduzir o momento, as mudanças de pensamentos, de estilo. “Escolhemos gravar no Minhocão por ser uma ponte e expressar bem a metáfora do caminho, não deixando claro o que é o começo e o que é o fim”, explicou Carolina. “É muito poético, fala de uma noite numa cidade brasileira, que pode ser qualquer uma”, complementa Felipe.


A direção, segundo o cantor, foi fundamental na construção do clipe. Carolina foi a primeira pessoa com quem Felipe entrou em contato. Ela já tinha gravado, em 2012, o clipe da música “Legal e Ilegal”, do álbum “Kitsch Pop Cult”, o primeiro do cantor. “Ela ouviu o disco inteiro e foi extremamente sensível, captou tudo de maneira poética. Depois o Bruno entrou fortemente com a produção”, destaca Felipe. Embora o clipe tenha sido gravado em São Paulo, por uma questão logística, a equipe foi quase toda paraense.


Mesmo a diretora de arte, Monica Nassar, que não é paraense, já trabalhou em videoclipes de paraenses que moram no Sudeste. O figurino foi de Vitor Nunes, paraense que mora em Florianópolis; a direção de produção, de Raquel Cubarenco; a produção executiva de Tyara de La-Rocque, com apoio de Hugo Davanso Flores; e making off de Julia Rodrigues. Além do lançamento no Youtube, o videoclipe será exibido neste sábado, 24, no Festival Fruuto, em São Paulo, com a participação de Felipe no evento.


Veja


Videoclipe do single “Demais” – de Felipe Cordeiro


 



 


(Lais Azevedo/Diário do Pará) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS