Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
HISTÓRICO

Bruno BO lança “Afroamazônico”, o primeiro DVD de Rap do Pará

Além de MC, Bruno BO é pesquisador. Com formação em Ciências Sociais, o antropólogo fez pesquisas durante toda sua trajetória acadêmica sobre a cultura Hip Hop, em especial o Rap, se tornando o primeiro MC de Rap brasileiro a conquistar o título de Doutor em exercício.

quarta-feira, 18/11/2020, 10:59 - Atualizado em 18/11/2020, 19:24 - Autor: Camila Barros/ Assessoria


| Bruno Carachesti/Divulgação

Com patrocínio do programa Natura Musical, o rapper paraense Bruno BO lança o primeiro DVD de Rap do Pará. Intitulado “Afroamazônico”, o DVD gravado em 2018, em Belém, traz canções que marcaram a trajetória de mais de 20 anos do rapper. No material há ainda cenas de bastidores, depoimentos de outros artistas e videoclipes. Ele será divulgado nesta quarta-feira, 18, às 19h, no canal do artista no YouTube.

Original do Norte, Bruno BO é um dos nomes pioneiros do Rap e do Ragga no Estado do Pará. Em carreira solo, desde 2002, o artista faz fusões de estilos como Rock, Rap e Ragga. Esta experimentação está presente em “Afroamazônico”, com faixas que englobam sucessos e inéditas, que falam sobre ancestralidade, sua visão de mundo e amor.

A sonoridade do DVD traz ainda elementos afrolatinos da Cumbia, Guitarrada, Lambada e também o Tecnobrega paraense. 

“O DVD traz o show ao vivo, videoclipes, declarações e uma mixtapte. Como não havia feito em mais de 20 anos várias coisas tradicionais no Hip Hop, agora fiz pra entender o ‘Afroamazônico’ e o Bruno BO de alguma forma”, diz o rapper. 

Além de MC, Bruno BO é pesquisador. Com formação em Ciências Sociais, o antropólogo fez pesquisas durante toda sua trajetória acadêmica sobre a cultura Hip Hop, em especial o Rap, se tornando o primeiro MC de Rap brasileiro a conquistar o título de Doutor em exercício. Seu conhecimento antropológico é aliado à sua musicalidade.

Participações – Para as canções que integram a mixtape Bruno BO convidou nomes importantes para sua carreira, da nova e da antiga geração do Rap paraense e também nacional. São eles: Bruna BG (PA), Negro Edi (PA), Pjó (PA), Slim Rimografia (SP), Souto MC (SP), Thiago Elniño (RJ); além de dialogar com músicos de outros gêneros musicais, tais como: Manoel Cordeiro, Nanna Reis, Keila e Jayme Katarro. 

Gravado entre Belém, o DVD tem produção musical de Wagner Bagão, renomado engenheiro de som, que já acumula trabalhos com Tribo de Jah, S.O.J.A e Sizzla. Em 2018, eles gravaram “Sempre pelo Certo” para a mixtape do projeto Dubalizer – de Bagão – que deve ser lançada no próximo semestre.

O DVD “Afroamazônico” é um projeto contemplado pelo programa Natura Musical por meio do edital 2017, com o apoio e da Lei estadual de incentivo de incentivo à Cultura – Semear e realização do MusicaParaense.Org. 

Rap e Educação

Bruno BO é doutor em Antropologia e professor do Instituto Federal do Pará (IFPA). Em alusão às celebrações pela Consciência Negra, promoveu, ainda, de 16 a 18, a segunda edição do projeto “Semana de Extensão Quinto Elemento” e a “V Africanidades”, com uma programação que envolve Rap e Educação. 

Com a proposta de discutir o Rap como ferramenta de Educação e a música como instrumento de transformação social, a programação promove mesas de debates com artistas e pesquisadores do segmento. Toda a programação será realizada pela internet. 

A programação acadêmica contou com a participação da rapper paulista Souto MC e do paraense Pelé do Manifesto. Ambos foram convidados especiais no DVD “Afroamazônico”.  

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 417 projetos - entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. O último edital do programa neste ano selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais.

A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.

No Pará, por exemplo, o edital já ofereceu recursos para 48 projetos da música, como Felipe Cordeiro, Dona Onete, Lucas Estrela, Aíla, Arthur Nogueira e, agora, Bruno B. O.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS