Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
URTIGA

Selo paraense de música independente completa dois anos

segunda-feira, 11/05/2020, 19:01 - Atualizado em 11/05/2020, 18:00 - Autor: Com informações de divulgação


| Tati Mito/Divulgação

“Pelo crescimento do mercado de música indie paraense”: essa é a motivação dos profissionais por trás do selo Urtiga, um dos poucos do gênero em atividade na capital do estado.

Lançando músicas, artistas e desenvolvendo plataformas para divulgar, debater e impulsionar a música independente, o selo comemora dois anos de atividade em maio, anunciando novas quatro faixas que serão lançadas ao longo do mês comemorativo, em todas as plataformas digitais da internet. O público pode acompanhar o lançamento pelas redes sociais do selo, @urtigabiz.

Criado em 2018 pelo músico Fil Alencar e pelos jornalistas Isabella Moraes e Gustavo Aguiar, o selo de música independente Urtiga nasceu com o propósito de ajudar a profissionalização do mercado paraense.

“A gente enxerga um crescimento na qualidade de produção, nas performances ao vivo e até no volume de público do mercado independente. Mas esse mercado ainda não é sustentável. A gente acredita que faltam empresas e profissionais que ajudem a engrenagem funcionar: mais gerentes de carreira, mais produtores de bandas, mais profissionais de comunicação etc. Então, resolvemos fazer a nossa parte”, justifica Gustavo, jornalista e gerente de comunicação do selo Urtiga.

O Urtiga faz a distribuição digital de artistas independentes do estado do Pará e trabalha para que esses artistas consigam cada vez mais público.

Foram mais de 100 faixas lançadas nos últimos dois anos, de cerca de 20 artistas diferentes, como Sammliz, Marisa Brito, Pratagy, Dois na Janela, Noturna, Kikito, Joana Marte e mais. Além dos lançamentos, o selo oferece consultoria gratuita de marketing e comunicação para ajudar esses artistas a impulsionar suas carreiras, além de alimentar o site urtiga.biz com notícias, reportagens e resenhas sobre música independente no estado.

“Cada vez mais vejo o selo como um núcleo que ajuda a movimentar as ideias do artista e possibilita conexões usando as habilidades que tem para oferecer. No nosso caso, além das expertises sobre distribuição da música digital e a curadoria, o nosso envolvimento com a música paraense independente tem como base a comunicação, isto é, a produção de conteúdo estratégico”, revela a jornalista Isabella Moraes, gerente de distribuição do selo.

CALENDÁRIO DE ANIVERSÁRIO

Em maio, toda sexta-feira terá lançamento novo de um artista diferente.

A veterana que completa 15 anos de estrada, Vinyl Laranja, teve seu primeiro lançamento do ano pelo Urtiga. “Mentiras” chegou às plataformas no último dia 08.

“Outro Eu” é o single que quebra o hiato de 2 anos da banda Chuva das 3 e será lançado no próximo dia 15.

O inquieto Andro Baudelaire irá disponibilizar mais uma experimentação, “Petit Toujours (Guitarrada Cyberpunk)”, início de uma nova fase na carreira do artista que começa com o lançamento da faixa no dia 22 de maio.

Fechando o mês, a novata A Boreal, uma das apostas do selo, lança segundo single, “Memento Mori”, música delicada que segue a linha shoegaze e experimental que se propõe e chega no dia 29 de maio.

Todos os lançamentos do selo Urtiga estão reunidos em uma playlist da plataforma Spotify e podem ser ouvidas pelo público de forma gratuita, no link https://bit.ly/urtigaplaylist

 

PARA CONHECER MAIS

Site - http://urtiga.biz

Spotify  - https://bit.ly/urtigabiz

Instagram http://instagram.com/urtigabiz

Twitter http://twitter.com/urtigabiz

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS