Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
TOUR 2019

Banda icônica do metal extremo abre turnê latino-americana com show em Belém

quinta-feira, 07/11/2019, 09:03 - Atualizado em 07/11/2019, 09:03 - Autor: Laís Azevedo/Diário do Pará


Formada nos EUA há 30 anos, a banda mantém seus integrantes sob codinomes e com o rosto coberto e já teve músicos de outros grupos famosos.
Formada nos EUA há 30 anos, a banda mantém seus integrantes sob codinomes e com o rosto coberto e já teve músicos de outros grupos famosos. | Divulgação

Donos de um dos álbuns mais icônicos do metal extremo, a banda Brujeria, fundada por americanos com ascendência latina, completa 30 anos de carreira em 2019. E, para alegria dos fãs, a comemoração será marcada por oito shows no Brasil, incluindo uma primeira vez no Norte. É em Belém que a banda começa sua “Sudamerica Tour 2019”, nesta quinta-feira, no Botequim. O local terá suas portas abertas às 20h, com o show marcado para iniciar às 22h, e está com os ingressos quase esgotados.

Atualmente, a banda conta com Juan Brujo (vocal), Fantasma (vocal, baixo), Hongo (guitarra), El Criminal (guitarra), Hongo Jr (bateria) e El Sangrón (backing vocal). Mas isso pode mudar a qualquer momento, uma vez que os músicos vivem mudando de codinome, formação e escondem suas reais identidades usando também lemços para cobrir o rosto. Em entrevistas, sempre brincam sobre o fato, alegando serem de traficantes a foragidos do FBI. Por todo esse mistério, muitos fãs acreditam que há músicos famosos da cena metálica entre seus integrantes.

No início da carreira, nos idos 1989, o Brujeria realmente chegou a contar com músicos conhecidos pelos trabalhos em outras bandas, como Dino Cazares (Fear Factory), Jello Biafra (Dead Kennedys) e Billy Gould (Faith No More), e todos usavam apelidos como Asesino, Hozicón Jr. e Güero Sin Fe. Em 1993, o grupo liderado por Juan Brujo, que está na formação original até hoje, lançou o disco de estreia “Matando Güeros”, com uma capa para lá de macabra e músicas que fazem parte de todos os seus shows.

O disco possui como temática principal a morte de estadunidenses brancos e a travessia da fronteira entre Estados Unidos e México, além de satanismo e tráfico de drogas. “Güero” é uma antiga gíria mexicana para alguém muito branco ou loiro. A foto da capa do disco mostra uma pessoa desconhecida segurando uma cabeça decapitada, que foi retirada do jornal sensacionalista mexicano “Alarma!”. A temática violenta e ofensiva do álbum, bem como a sua grotesca capa, o fizeram ser banido em muitos países.

E é claro que muitas de suas músicas fazem parte do repertório que a banda traz pela primeira vez à capital paraense. O setlist vai contar com os clássicos dos seus três primeiros discos: “Matando Güeros” (1993), “Raza Odiada” (1995) e “Brujerizmo” (2000), além do álbum mais recente, “Pocho Aztlan”, de 2016. Suas músicas são completamente cantadas em espanhol. Entre as mais conhecidas estão “Matando Güeros”, “División Del Norte”, “Marcha de Odio”, “Brujerizmo” e “Consejos Narcos”.

Depois de Belém, a banda segue em turnê para Recife (PE), dia 8, Feira de Santana (BA), dia 9, São Paulo (SP), dia 10, Maringá (PR), dia 14, Curitiba (PR), dia 15, Florianópolis (SC), dia 16, e Caxias do Sul (RS), dia 17.

PESO PESADO

Brujeria - Sudamerica Tour 2019

Quando: Hoje, às 20h.

Onde: Botequim (Av. Gentil Bittencourt, 1445, Nazaré)

Quanto: R$ 80 (valor único) ou R$ 100 (Brujeria + Sepultura, dia 22/12), à venda nas lojas Distro Rock (próx. ao shopping Pátio Belém), Jorge Amador (atrás do Bosque), Chic Lolô (Castanheira) e Online (bit.ly/2XfaQEF).

Informações: (91) 98120-9464/ 98952-9535 (whatsapp).

Classificação etária: 18 anos (menores somente acompanhados dos pais ou responsável legal. É obrigatório apresentação do documento de identidade).


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS