Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Games

Antigos designers do Metroid Prime original falam o que esperam da franquia no futuro

sexta-feira, 30/06/2017, 11:21 - Atualizado em 30/06/2017, 11:21 - Autor:


Exploração sempre foi a base da franquia Metroid, com mapas livres para o jogador ir para onde quisesse. Esta parece uma filosofia perfeita para um jogo de mundo aberto nos moldes de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, ou pelo menos é o que acreditam ex-membros da Retro Studios que trabalharam no Metroid Prime original.

Em uma entrevista para a revista Switch Player (via Nintendo Life), dois desenvolvedores do título original falaram o que esperam para o futuro da franquia, principalmente com o recém-anunciado Metroid Prime 4 a caminho.

Mike Wikan, que foi designer sênior na trilogia Metroid Prime e hoje é diretor criativo da Booz Allen Hamilton, acredita que o que Breath of the Wild fez é o futuro da franquia.

Acho que há a oportunidade de criar um mundo vivo para Samus explorar. Ao amadurecer as dicas visuais do mundo para combinar e melhorar a exploração sistêmica de ‘trava e chave’ que é o coração da série Metroid Prime, há a oportunidade de melhorar estes elementos que fazem dos jogos de Metroid Prime únicos – a isolação, a maravilha e o medo. Quando olho para o que o novo Zelda está fazendo no Switch, realmente parece claro para mim que há a oportunidade de empurrar estes elementos que são chaves da franquia para suas restrições lógicas de gameplay.

Ele também sugeriu situações onde este tipo de mundo poderia ampliar a experiência de Metroid.

Imagine chefes gigantes o perseguindo sob a luz verdejante da luz através de quilômetros de terrenos, prêmios e vida nativa até que você o leva para um campo de batalha de sua escolha – uma gigante gasosa dominando o céu acima.

Imagine uma nave alienígena cujos destroços se espalharam ao longo de quilômetros de terreno, seu objetivo é obter as informações de cada sessão e reconstruir o Canhão de Compressão Gravitacional para enfrentar o chefe final.

Imagine coletar a Wing Suit, permitindo que você voe e encontre um satélite de defesa orbital – mudando seu alvo para a superfície abaixo para destruir os escudos de um esconderijo dos piratas espaciais.

Não apenas criando partes isoladas que sugerem um mundo, mas criando um mundo e brincando com ele – e talvez até trazendo um amigo junto.

Um antigo colega Kynan Pearson, que também foi designer sênior da franquia e hoje atua na Playful Corp, sugeriu um conceito parecido para o futuro de Metroid.

Eu também adoraria ver uma reimaginação completamente nova totalmente em 3D e em terceira pessoa de Metroid utilizando as filosofias usadas para criar The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Seria incrível ter um planeta completo com uma vasta superfície e um mundo subterrâneo profundo para explorar. Eu adoraria brincar com o conceito de explorar livremente um mundo perigoso que está cheio de surpresas e habilidades únicas, as quais os jogadores poderiam procurar sem um guia. Vê-los realmente brincar com elementos, tentando sobreviver em um mundo cheio de perigos desconhecidos, inimigos difíceis, chefes e um terreno realmente alienígena.

Ele também sugeriu lutas contra chefes que acontecem aleatoriamente pelo mundo e que seria necessário ter uma estrutura que tivesse a essência de Metroid, apesar do mundo aberto.

Metroid sempre foi sobre conseguir poderes estranhos em um mundo completamente conectado e perigoso, então eu espero que eles criem um jogo que capture a essência deste conceito. Este tipo de jogo poderia apresentar uma arquitetura e chefes de grande escala que ultrapassam o que os jogadores experimentaram no universo de Metroid até hoje. Eu adoraria ver Ridley conceituado como um enorme dragão espacial que enfrenta os jogadores de forma dinâmica em diferentes locais do mundo. Enquanto isso pareça um mundo aberto, precisaria ter um senso de descoberta de novas partes do mundo bem construído usando as habilidades que os Chozo deixaram.

Será que a Nintendo vai seguir estes conceitos de Breath of the Wild no novo Metroid Prime 4?

Segundo a Nintendo, o título buscará inspiração no primeiro Metroid Prime, lançado em 2002 para GameCube. O jogo terá como principais elementos a isolação e a exploração, focando mais em jogabilidade do que na narrativa.

Metroid Prime 4 está previsto para 2018 e será exclusivo do Nintendo Switch.

Fonte: Jovem Nerd

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS