Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
Games

Russo que jogou Pokémon GO na igreja é condenado a três anos e meio

quinta-feira, 11/05/2017, 15:21 - Atualizado em 11/05/2017, 15:21 - Autor:


Se você estava acompanhando as notícias sobre Pokémon GO em setembro do ano passado, provavelmente se lembra de Ruslan Sokolovsky, um jogador russo que foi detido após jogar o título em um a igreja histórica na cidade de Ecaterimburgo. Nesta quinta-feira (11) finalmente aconteceu o julgamento do rapaz, que foi considerado culpado.

Sokolovsky foi condenado a três anos e meio por “incitar o ódio” e “ofender os sentimentos de fieis” por ter jogado e gravado um vídeo na igreja que desafiava as leis locais. No entanto, ele não irá para a prisão e a pena será cumprida em liberdade condicional.

A juíza Yekaterina Shoponyak, que comandou o julgamento, explicou sua decisão (via Gizmodo):

De acordo com a análise de especialistas, a corte considera o blogueiro Sokolovsky culpado de incitar ódio, violar sentimentos religiosos e de possuir ilegalmente meios técnicos especiais – uma caneta com uma câmera de vídeo.

O vídeo publicado por Sokolovsky, que pode ser conferido abaixo, foi feito como forma de protesto na época contra uma lei que impedia que pessoas jogassem em igrejas, o que poderia ser considerado blasfêmia. O russo duvidou e perguntou: “quem poderia ficar ofendido se você está apenas andando com seu celular em uma igreja?”

Ruslan Sokolovsky estava em julgamento desde março pelo incidente. O rapaz já tinha sido detido por dois meses após o ocorrido, mas foi liberado 20 dias depois, embora tenha sido mantido sob prisão domiciliar, impedido de usar telefone e internet.

Fonte: Jovem Nerd

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS