Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
FICOU DE FORA

Com derrota de virada, Brasil é desclassificado de torneio de Counter-Strike em Chicago

domingo, 21/07/2019, 20:26 - Atualizado em 21/07/2019, 20:26 - Autor: Gustavo Dutra


A liga brasileira MIBR perdeu para a finlandesa ENCE neste sábado (20) e está fora do torneio Intel Extreme Masters de "Counter Strike: Global Offensive" em Chicago. Em uma série de melhor de três, o time nacional acabou sendo vencido com placar de 2 a 1, e perde a chance de ganhar o prêmio de US$ 250 mil (cerca de R$ 937 mil) do campeonato.

"Triste com a eliminação mas feliz pela campanha nas condições adversas [...] Não deu hoje mas foi divertido demais! Algumas pinadas, algumas balas mas muita diversão", disse o jogador e técnico zews (Wilton Prado) no Twitter. "Demos nosso melhor e apesar de todas as adversidades nos divertimos e aos poucos vamos nos levantando", afirmou TACO (Epitácio Pessoa de Melo Filho).

O primeiro mapa da disputa foi a Mirage, escolha dos brasileiros, que o MIBR conseguiu vencer por 16 a 9. No entanto, na vez da ENCE, a equipe de finlandeses venceu de 16 a 5.

A decisão final ficou para o terceiro mapa, Dust2, que já começou com liderança da ENCE. O time brasileiro até tentou reagir, mas o resultado final foi de 16 a 7 para os estrangeiros, que garantiram vaga na final.

A ENCE disputará a grande final neste domingo (21), às 14h30 de Chicago (16h30, horário de Brasília), com o time holandês Liquid, que venceu confronto contra o Vitality, também neste sábado. A partida será transmitida ao vivo pela ESL e ESL Brasil na Twitch TV e YouTube.

Em maio, o MIBR também chegou perto das finais na Intel Extreme Masters Sydney 2019, mas a equipe acabou derrotada pela Liquid. Na época, eles ainda contavam com o jogador Marcelo "coldzera" David, que a poucos dias do início da competição deste ano deixou a equipe titular, formada por FalleN (Gabriel Toledo de Alcântara Sguario), fer (Fernando Alvarenga), TACO (Epitácio Pessoa de Melo Filho), LUCAS1 (Lucas Teles) e, agora, o técnico zews (Wilton Prado).

O Intel Extreme Masters é um evento internacional de eSports que acontece em vários países ao redor do mundo – inclusive, em 2012, teve sua primeira etapa na América do Sul, durante a Campus Party em São Paulo. 

Ele foi criado em 2007 pela ESL Pro League, uma liga profissional do jogo "Counter-Strike: Global Offensive", com 26 equipes – 14 na Europa e 12 na América do Norte. Desde então, acontecem quatro edições do torneio por ano.

Nesta etapa de Chicago, além de Counter-Strike, ocorrem torneios de StarCraft II, League of Legends, Quake Live e Hearthstone: Heroes of Warcraft. Ao todo, a competição reuniu oito times da Europa e América do Norte.

A jornalista viajou a convite da Intel. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS